UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA
Escolha de Escola

"Desconfie da escola que não permite a entrada da família", orienta secretária do MEC

Simone Harnik
Em São Paulo


Um restaurante que não permite a visita do cliente à cozinha transmite insegurança - dá a impressão de algo errado: ou falta de higiene ou alimentos estragados e de má qualidade. Pois bem, o mesmo princípio deve ser usado na escolha da escola, diz a secretária de Educação Básica do MEC (Ministério da Educação), Maria do Pilar Lacerda Almeida e Silva.

"Obrigatoriamente a escola [pública] deve receber os pais, que são seus proprietários. E se a escola for particular, desconfie se ela não abre para visita da família", orienta. A secretária dá dicas práticas para conferir se a instituição de ensino é adequada aos seus interesses. Veja a entrevista e as dicas:

Julio Cesar/MEC

A secretária da Educação Básica do MEC, Maria do Pilar (Julio Cesar/MEC)


UOL - Quais são as orientações para a escolha da escola?
Maria do Pilar - A primeira orientação é conhecer bem. O pai e a mãe devem visitar a escola sem nenhuma vergonha de olhar banheiro, biblioteca, equipamentos. Devem também conversar com os professores e perguntar qual a política de formação de professores: faz diferença uma escola em que o docente tem tempo para estudar e para atender os pais.

O segundo ponto é conhecer a biblioteca da escola, que deve ser aberta o dia inteiro, com acervo atualizado. O terceiro ponto é verificar os espaços comuns, como pátio, a área de esporte, banheiro, cantina, espaço de convivência das crianças e dos jovens. Eles devem ser iluminados e seguros. Em resumo, os pais devem conhecer a formação dos professores, o regime de trabalho, a infraestrutura e o projeto pedagógico.

UOL - Até mesmo a escola pública deve deixar os pais conhecerem as instalações?
Maria do Pilar - A pública deve mais do que a privada. Obrigatoriamente a escola deve receber os pais, que são seus proprietários. E se a escola for particular, desconfie se ela não abre para visita da família. É igual ao restaurante que não deixa ver a cozinha.

UOL - Como conhecer o projeto pedagógico?
Maria do Pilar - O projeto pedagógico é o que a escola ensina, como ela ensina e como avalia o estudante. É importante perguntar o que vão ensinar para o filho, qual livro ele vai usar e como ele será avaliado.

UOL - Como alguém leigo entende o significado de a escola ser construtivista ou tradicional, por exemplo?
Maria do Pilar - Se a escola diz que é construtivista, por exemplo, os pais devem perguntar o que significa isso na prática, na vida escolar do filho.

UOL - O que um pai deve perguntar ao diretor?
Maria do Pilar - Há perguntas muito simples e esclarecedoras, como: "Há lição de casa todos os dias?"; "A professora corrige essas lições?"; e também "Quantos livros meu filho vai ter de ler por ano?".

UOL - O Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) deve ser utilizado na escolha da escola?
Maria do Pilar - O Ideb é um grande sinal. O índice mostra a meta da escola e se ela está cumprindo esses objetivos. A intuição do pai ao visitar a escola é importante, mas o Ideb é muito concreto e pode, sim, orientar escolhas. [Consulte aqui o Ideb da escola de interesse.]

UOL - O que o pai deve saber na hora de escolher uma creche?
Maria do Pilar - Principalmente para bebês, é importante observar o espaço dos berços e a proporção de crianças por adulto. O acesso da mãe e do pai tem de ser livre - ou seja, se a creche impede que a mãe entre para amamentar, é um motivo para não ficar seguro com essa instituição. A entrada da mãe deve ser sempre muito facilitada.

UOL - E na escolha do ensino fundamental e médio, o que é importante?
Maria do Pilar - No ensino fundamental e médio é importante reparar no foco que a escola dá para leitura. As escolas com rendimento melhor são as que têm espaços coletivos de leitura ou trabalho com cultura com teatro, cinema, música - que são outras formas de trabalhar leitura.

UOL - O desempenho da escola no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) deve ser observado?
Maria do Pilar - Sem dúvida ele é importante. Mas é preciso tomar cuidado para que o ensino médio não seja uma mera preparação para o vestibular ou para o Enem. Uma escola que admite gangues juvenis, por exemplo, e que admite disputa entre esses grupos, que não intervém nos hábitos, pode até preparar o aluno para as provas, mas não terá colaborado para sua formação.

UOL - Quando a escola pública é uma opção?
Maria do Pilar - Sempre. Quanto mais a classe média voltar para a escola pública, mais ela vai ganhar em democracia. E isso vai qualificar a escola. Já há muitas experiências de famílias de classe média na escola pública. Isso é bom para as famílias, para as crianças e para a escola.

UOL - Quando o pai deve participar da escola?
Maria do Pilar - A participação sempre deve acontecer, em conselhos escolares, na eleição de diretores. Nas escolas em que a participação dos pais é maior, os resultados são melhores. O pai tem de ser presente. Se não puder ir fisicamente, deve mandar bilhete, telefonar. Todo domingo é um bom dia para o pai olhar a mochila do filho, perguntar se teve todas as aulas. Esse é um dia em que o pai não está trabalhando e se intera das tarefas. O filho percebe que a escola é importante para os pais e cria um laço mais forte.

O que você leva em conta ao escolher a escola do seu filho? Opine
Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012
Perguntas Essenciais
O que perguntar na conversa com o coordenador pedagógico?
Nessa maratona, a conversa com a coordenação da escola candidata é etapa essencial; confira quatro perguntas para fazer a esses profissionais
Qual é a linha pedagógica da escola?
Conheça como funcionam as escolas comportamentalista, construtivista, freiriana, montessoriana, tradicional, Waldorf e a tendência democrática
Como posso identificar uma boa escola pública?
Segundo Cristiano Muniz, professor da UnB, os pais deviam procurar a escola do mesmo modo que procuram médico: vá atrás de um professor "de confiança"
Posso confiar em uma escola que não deixa os pais entrarem?
Um restaurante que não permite a visita do cliente à cozinha transmite insegurança. Pois bem, o mesmo princípio deve ser usado na escolha da escola
Qual deve ser o valor da mensalidade?
Segundo consultor, custos devem ser de 15% a 20% do orçamento. A não ser que a família tenha mais de dois filhos - o que pode elevar os custos a 30% ou 40%
Quais são os direitos dos "clientes" da escola?
A Fundação Procon de São Paulo esclarece os principais questionamentos das famílias sobre mensalidade, taxas, material escolar e obrigações da instituição
Visita à escola: os alunos fazem barulho?
"Não é natural uma sala de aula silenciosa, porque a produção do conhecimento
gera barulho", diz professor da Faculdade de Educação da UnB
Educação infantil: de quantos alunos cada professor tem de cuidar?
Segundo recomendações do MEC, é preciso haver, no mínimo, uma professora para cada agrupamento de 6 a 8 crianças de 0 a 2 anos; veja outras recomendações
Educação infantil: qual é a importância das brincadeiras?
Para uma criança de até cinco anos, o importante é ter estímulo para brincar, aprender a conviver com os coleguinhas e ter a segurança física garantida
1º ano: o que você quer para a educação do seu filho?
Para professora da Faculdade de Educação da PUC-SP, a boa escola para o início do ensino fundamental é aquela que "balanceia o conteúdo e o faz de conta"
5º ano: Como o seu filho aprende? De que matérias gosta?
Ao mudar de escola, pré-adolescentes e adolescentes já têm uma vivência a ser considerada; os pais devem considerá-la na escolha da escola
Ensino médio: o que seu filho acha da escola "nova"?
Além de levar em conta a qualidade da escola, é importante visitar os colégios junto dos filhos e, de preferência, durante o horário das aulas
Fundamental e médio: sabe como acompanhar a rotina escolar do seu filho?
Cultivar o hábito da leitura, conversar com os professores e acompanhar as lições de casa são algumas das recomendações feitas pelo MEC; confira outras
Será que uma escola bilíngue é para mim?
A escolha depende do objetivo no aprendizado de outro idioma; veja algumas opções

Compartilhe:

    Receba notícias

    Shopping UOL

    Hospedagem: UOL Host