UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Onde Estudar > Intercâmbio

11h37 16/03/2012

Cooperação entre Brasil e Alemanha oferece oportunidades para ensino superior

Raquel Wan
Do UOL, em São Paulo

Divulgação

Um dos principais pontos turísticos da Alemanha, o portão de Brandemburgo, em Berlim, é símbolo da separação e da reunificação alemã no século 20

Um dos principais pontos turísticos da Alemanha, o portão de Brandemburgo, em Berlim, é símbolo da separação e da reunificação alemã no século 20

A Alemanha se apresenta como um ótimo destino para quem pretende fazer graduação e pós-graduação em áreas de ciência, tecnologia e inovação e ainda ter esperança de fazer um estágio no próprio país.

Os brasileiros podem aproveitar cerca de 230 cooperações de institutos de ensino superior entre os dois países. Essas alianças são impulsionadas pela grande presença de capital alemão no Brasil. Em 2011, estão instaladas haviam aproximadamente 1.200 empresas instaladas no Brasil, segundo o consulado da Alemanha.

Na área de ciências exatas e engenharia, há bolsas do programa Ciências sem Fronteiras, um projeto junto ao MCTI (Ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação) e ao MEC (Ministério da Educação) que tem parceria com o Daad (Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico). Há oportunidades para estudar no nível de para graduação, pós-graduação, doutorado e para fazer pesquisa. Como os programas variam muito ao longo dos meses, é importante consultar o site do Daad, que concentra as informações sobre os cursos de nível superior na Alemanha. O programa Erasmus Mundus, da Comissão Europeia, também oferece bolsas para as áreas de literatura alemã, engenharia e ciência da computação.

Em relação aos custos, é bom saber que a maioria das instituições de ensino superior alemãs são públicas e gratuitas -algumas cobram apenas uma taxa de matrícula que varia entre 150 e 500 euros por semestre. Dentre elas, estão universidades como Göttingen, Munique e Heidelberg, que costumam se posicionar entre as melhores nos ranking internacionais. Entre as privadas, as mais renomadas são a Hertie School of Governance, em Berlim, a Bucerius Law School, de Hamburgo, e a Jakobs University Bremen, em Bremen. O custo por semestre fica entre 1.800 e 4.700 euros.

OPINIÃO DE QUEM JÁ FOI

Arquivo pessoal
Fui para a Alemanha com um conhecimento muito básico do idioma. Estava começando a formular sentenças e conjugar os verbos quando viajei. Em quatro semanas, aprendi mais do que imaginava. No último dia no país, peguei um táxi para o aeroporto e o taxista não falava inglês. Consegui conversar, fazer perguntas e compreender muito do que ele disse. Naquele momento percebi como avancei. É preciso se comunicar sem medo. Se você se intimidar e tiver medo de errar, isso certamente prejudicará o seu desenvolvimento

Luciana Marganelli Esberard estudou alemão por duas semanas na escola DID Deutsch-Institut em Berlim, e por outras duas semanas com professor particular em Leverkusen

Para entrar em uma universidade alemã, são exigidos dos estudantes estrangeiros dois certificados. O primeiro é o TestDaF ou o DSH, que comprova o nível de conhecimento do idioma. Também são aceitos certificados obtidos com os exames do Instituto Goethe – ZOP (Zentrale Oberstufenprüfung), KDS (Kleines Deutsches Sprachdiplom) e GDS (Großes Deutsches Sprachdiplom) e alunos das escolas alemãs que detêm o diploma KMK II estão isentos de apresentar outro comprovante.

Se o estudante não iniciou a universidade no Brasil, também é necessário fazer um ano de curso preparatório. Chamado de "Studienkolleg", o curso tem o objetivo de ensinar o idioma oficial e de complementar a formação do estrangeiro de acordo com o currículo alemão. Isso porque os cursos médio e técnico no Brasil têm duração inferior aos da Alemanha: enquanto os brasileiros estudam por 11 anos antes de entrar na universidade, os alemães levam 13 anos para concluir a mesma formação escolar. A aprovação no teste final do "Studienkolleg" é o passaporte para as universidades do país

Quem já está estudando em uma universidade no Brasil e deseja terminar sua graduação na Alemanha deve ter concluído pelo menos dois anos de seu curso.

Após concluírem os estudos, brasileiros e outros estrangeiros podem prolongar a estadia por até um ano e fazer um estágio em sua área profissional. Isso inclui os formandos de artes e música, cursos cuja excelência é mundialmente reconhecida.

Quem escolhe a Alemanha para fazer graduação ou pós, não precisa viver necessariamente em uma grande metrópole, como a capital Berlim ou Hamburgo. No total, há 170 cidades universitárias. Praticamente todo munícipio de médio porte conta com um campus e oferece cursos de alta qualidade.

Para aprender alemão

A Alemanha também atrai interessados em melhorar a fluência no idioma local. Um curso de quatro semanas custa, em média, US$ 2.000, com acomodação em quarto individual em casa de família, jantar e café da manhã. Os custos restantes totalizam US$ 700 por mês, segundo Fred Tiba, da Belta (associação brasileira de empresas de intercâmbio).

Para esse tipo de curso, há ainda a opção de au pair (jovens que residem em casas de famílias em troca de pequenos serviços na casa).

Visto

Os cidadãos brasileiros não precisam de visto para intercâmbio escolar de até 90 dias, desde que o passaporte esteja em dia. Para permanecer por um período superior, é preciso pedir uma autorização de residência. Os vistos para estudantes que também permitem trabalhar por até 20 horas semanais ou seis meses por ano. Mais informações sobre o assunto aqui.

Em inglês

Para aqueles que não são fluentes em alemão, há mais de 80 programas internacionais de pós-graduação espalhados em universidades de todo o país, com cursos de engenharia, economia, ciências exatas e naturais sendo oferecidos em inglês. Para ser aceito, é preciso comprovar a fluência com um certificado do Toefl ou Ielts.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Compartilhe:

    Receba notícias

    Shopping UOL

    Hospedagem: UOL Host