Mais da metade dos alunos que deveriam estar no ensino superior estão atrasados

Rafael Targino

Em São Paulo

Mais da metade dos alunos que deveriam estar cursando uma faculdade ainda estão em outras etapas de ensino. O dado está na Síntese de Indicadores Sociais, feita pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) com base na Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) 2009.

De acordo com o órgão, somente 48,1% dos que têm entre 18 e 24 anos estão no ensino superior. Pouco menos de 34% ainda está no ensino médio, 8,3% no fundamental e 8,8% em outras modalidades. A recomendação é que alunos entre 6 e 14 anos estejam na primeira etapa e os entre 15 e 17, no médio. Por volta dos 18, ele já deveria estar no superior.

As regiões Norte e Nordeste são as que apresentam as maiores disparidades: a maioria dos alunos entre 18 e 24 ainda estão cursando o ensino médio. Nas duas, praticamente quatro em cada dez estão no nível anterior ao que deveriam estar; em contrapartida, três em cada dez já estão no ensino superior.

Ainda segundo o IBGE, somente 37,9% dos jovens entre 18 e 24 anos em 2009 tinham pelo menos 11 anos de estudo. Uma avaliação da Eurosat (Comissão das Comunidades Europeias), citada no estudo do instituto, diz que saber qual a proporção de pessoas com esse tempo de estudo é “essencial” para indicar a eficiência do sistema educacional de um país.

A evolução de alunos nos diferentes níveis de ensino mostra que há dois funis: um, na passagem do ensino fundamental para o ensino médio, e outro, entre o médio e o superior. Segundo o IBGE, somente um em cada dois jovens entre 15 e 17 anos (50,9% deles) está no ensino médio, apesar de 97,6% dos que têm entre 6 e 14 estarem matriculados.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos