Topo

Mais da metade dos alunos que deveriam estar no ensino superior estão atrasados

Rafael Targino

Em São Paulo

2010-09-17T10:00:00

17/09/2010 10h00

Mais da metade dos alunos que deveriam estar cursando uma faculdade ainda estão em outras etapas de ensino. O dado está na Síntese de Indicadores Sociais, feita pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) com base na Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) 2009.

De acordo com o órgão, somente 48,1% dos que têm entre 18 e 24 anos estão no ensino superior. Pouco menos de 34% ainda está no ensino médio, 8,3% no fundamental e 8,8% em outras modalidades. A recomendação é que alunos entre 6 e 14 anos estejam na primeira etapa e os entre 15 e 17, no médio. Por volta dos 18, ele já deveria estar no superior.

As regiões Norte e Nordeste são as que apresentam as maiores disparidades: a maioria dos alunos entre 18 e 24 ainda estão cursando o ensino médio. Nas duas, praticamente quatro em cada dez estão no nível anterior ao que deveriam estar; em contrapartida, três em cada dez já estão no ensino superior.

Ainda segundo o IBGE, somente 37,9% dos jovens entre 18 e 24 anos em 2009 tinham pelo menos 11 anos de estudo. Uma avaliação da Eurosat (Comissão das Comunidades Europeias), citada no estudo do instituto, diz que saber qual a proporção de pessoas com esse tempo de estudo é “essencial” para indicar a eficiência do sistema educacional de um país.

A evolução de alunos nos diferentes níveis de ensino mostra que há dois funis: um, na passagem do ensino fundamental para o ensino médio, e outro, entre o médio e o superior. Segundo o IBGE, somente um em cada dois jovens entre 15 e 17 anos (50,9% deles) está no ensino médio, apesar de 97,6% dos que têm entre 6 e 14 estarem matriculados.

Mais Educação