PUBLICIDADE
Topo

Pisa 2009: Xangai, na China, lidera ranking de leitura entre estudantes; Brasil está em 53º

Ana Okada

Em São Paulo

07/12/2010 08h04

Atualizada às 16h15

A cidade de Xangai, na China, que participou pela primeira vez do Pisa (Programa Internacional de Avaliação de Alunos), obteve a melhor pontuação em leitura do exame. O Brasil ficou na 53ª posição. O exame, feito pela OCDE (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico), avaliou em 2009 o conhecimento de cerca de 470 mil estudantes em leitura, ciências e matemática de 65 países. Neste ano, a área que teve ênfase na avaliação foi a de leitura.

Pisa 2009: pontuação média em leitura

 PaísPontuação média
Xangai (China)556
Coreia do Sul539
Finlândia536
Hong Kong533
Singapura526
Canadá524
Nova Zelândia521
Japão520
Austrália515
10ºHolanda508
53ºBrasil412

Em 2006, quando 57 países foram avaliados, os brasileiros ocuparam a 54ª posição.

Dentre os dez países melhor colocados, além da China, quatro são asiáticos (Coreia do Sul, Hong Kong, Singapura e Japão). A Coreia do Sul conquistou a segunda melhor colocação, com 539 pontos; e vem seguida da Finlândia, com 536.

A pontuação obtida pelo Brasil foi de 412. O desempenho é semelhante ao de países como Trinidad e Tobago, Colômbia, Montenegro e Jordânia. A pontuação média do exame é de cerca de 500 pontos.

Dentre os países da América Latina avaliados, o Brasil ficou acima de Argentina (58º), Panamá (62º) e Peru (63º), e abaixo do Chile (44º), Uruguai (47º), México (48º) e Colômbia (52º).

Escala de proficiência

O nível dos estudantes em leitura foi avaliado em sete escalas, que iam de 6, a mais alta, até 1b, a mais baixa.

Na escala 6, por exemplo, o estudante é capaz de combinar múltiplas partes de informações independentes, de diferentes partes de um texto misto, de um contexto não familiar, em ordem precisa. Apenas 1,4% dos alunos avaliados atingiram esse nível.

Já na escala 1b, era cobrado que o estudante conseguisse localizar uma informação num texto simples. Dos avaliados, 98% conseguiram ao menos atingir esse nível.

O que é

O Pisa busca medir o conhecimento e a habilidade em leitura, matemática e ciências de estudantes com 15 anos de idade tanto de países membro da OCDE quanto de países parceiros. Essa é a quarta edição do exame, que é corrigido pela TRI (Teoria de Resposta ao Item). O método é utilizado também na correção do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio): quanto mais distante o resultado ficar da média estipulada, melhor (ou pior) será a nota.

A avaliação já foi aplicada nos anos de 2000, 2003 e 2006. Os dados divulgados hoje foram baseados em avaliações feitas em 2009, com 470 mil estudantes de 65 países. A cada ano é dada uma ênfase para uma disciplina: neste ano, foi a vez de leitura.

Dentre os países membros da OCDE, estão Alemanha, Grécia, Chile, Coreia do Sul, México, Holanda e Polônia, dentre outros. Dentre os países parceiros, estão Argentina, Brasil, China, Peru, Qatar e Sérvia, dentre outros.

Educação