PUBLICIDADE
Topo

Conversa sobre sexo: o que dizer e o que NÃO dizer aos filhos

Carla Hosoi<br>Especial para UOL Educação

Em São Paulo

30/04/2011 07h00

A adolescência é um período de muitas transformações. Os hormônios funcionam a pleno vapor e apontam mudanças físicas e psicológicas até então inéditas. Surgem novas necessidades e o desejo de vivenciar experiências que prezem pela autonomia, busca de identidade própria, autoestima e sobretudo, muita irreverência. Como é um momento avassalador, em termos de novidades e descobertas, muitos pais também são pegos de surpresa, sem saber como agir e se comunicar com os filhos.

  • Getty Images

    Saiba quais assuntos são imprescindíveis na hora de conversar com os filhos sobre sexo

Por isso, o UOL Educação conversou com especialistas para organizar dicas e orientações que podem ajudar na hora de puxar a conversa. Como orientar os jovens? E o que não se deve fazer ao falar sobre esse assunto? Confira as dicas abaixo:


Fontes: Arlete Gianfaldoni, médica assistente doutora da clínica ginecológica  Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e especialista em ginecologia e obstetricia da Infância, membro da Sogia (Sociedade de obstetricia e ginecologia da Infância e Adolescência), Marcos Ribeiro, autor do livro Conversando com seu filho adolescente sobre sexo, Ivette Gattás, psiquiatra da Infância e Adolescência e coordenadora da Unidade de Psiquiatria da Infância e Adolescência (UPIA) da Unifesp, Maurício de Souza Lima, médico hebiatra.