Topo

Para não ficar sem vaga em 2013, pais devem começar procura por nova escola do filho

Desirèe Luíse

Do UOL, em São Paulo

12/06/2012 06h00

Pode parecer cedo, mas já está na hora de começar a ver a nova escola do seu filho. Para quem quer encontrar vagas para 2013, o momento ideal de começar a pesquisa por colégios na rede particular é ainda no primeiro semestre.

O que levar em conta na hora de escolher

Perfil do aluno: visite as escolas com seu filho, e leve em conta a opinião dele. Entenda como funcionam as linhas pedagógicas
Infraestrutura da escola: observe o espaço físico da escola e verifique se há biblioteca, laboratório, quadra de esportes. Saiba mais
Projeto pedagógico: converse com coordenadores, diretora e até pais de alunos para saber mais sobre o método de ensino. Saiba mais
Anuidade escolar: normalmente, além da mensalidade, você terá que desembolsar com atividades extracurriculares, uniforme e material escolar. Calcule quanto custa a educação do seu filho
Localização: a escola pode ser excelente, mas preste atenção ao tempo gasto para o deslocamento

 

"Com a expansão da classe média, muitos alunos estão saindo das [escolas] públicas para as particulares, o que tornou a disputa por vagas mais acirrada. Quanto antes começar as visitas nas escolas, melhor. Se deixar para dezembro e janeiro, pode correr o risco de não achar o que deseja”, alerta o vice-presidente do Sieeesp (Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado de São Paulo), João Augusto de Mattos Lourenço.

Quando Fernando, filho de Renata Ballester, chegou ao 5º ano do ensino fundamental, ela tentou mudá-lo para a Escola Waldorf Rudolf Steiner, mas não conseguiu vaga. “Os outros dez colegas da sala antiga dele também não conseguiram lugar, porque essa pedagogia Waldorf é muito concorrida. Então, ele acabou indo para uma escola com ensino tradicional mesmo”, conta Renata.

“A procura é muito grande para matricular os menores, até o 5º ano, no período da manhã. Em geral, não temos vagas. Ainda, algumas séries do bilíngue são bem cotadas, além do período complementar que também já não temos espaço para esse ano”, diz  Luiza Cesca, diretora do  Colégio Emilie de Villeneuve. 

Já no Colégio Bandeirantes, as séries mais concorridas são 7º, 8º e 9º ano do ensino fundamental, por terem número limitado de vagas, em média 35 alunos por sala. As reservas para matrículas já estão acontecendo, desde maio os pais podem preencher uma ficha de interesse de vaga. “Dependendo da disponibilidade, os pais podem ser convocados para fazerem a reserva de matrícula em agosto, mas existem casos em que a turma está cheia”, afirma Pedro Fregoneze, diretor pedagógico e professor do colégio.

Descontos

  • 2085
  • true
  • http://noticias.uol.com.br/enquetes/2012/01/25/o-que-voce-leva-em-conta-na-hora-de-escolher-a-escola-do-seu-filho.js

Não deixar para decidir na última hora a nova escola do filho, de acordo com Lourenço, também é importante para não perder os prazos de descontos, geralmente dados pelos colégios logo em que o período para matrículas é aberto. 

Atualmente, a rede particular de ensino no país conta com 37 mil escolas no Brasil e cerca de 12 milhões de alunos. No estado de São Paulo, o número de estudantes chega a 1,9 milhão somente na educação básica, em quase nove mil escolas.

Mais Educação