EAD - Ensino a Distância

Harvard pede que ex-alunos doem tempo para cursos online gratuitos

Richard Pérez-Peña

Do New York Times

Os alunos das faculdades de elite estão acostumados a receber pedidos de dinheiro das instituições que frequentaram. Mas o apelo que Harvard enviou a milhares de seus ex-alunos na segunda-feira passada é algo novo: um pedido para que eles doem seu tempo e intelecto para a nova modalidade da educação online, uma área em rápida expansão.

Pela primeira vez, Harvard criou um curso de humanas no formato de aulas online livres. O tema do curso será "O Herói Grego Antigo". Em um e-mail enviado na segunda-feira passada, a instituição pediu aos alunos que já frequentaram esse curso na universidade para que se voluntariassem como mentores online e administradores de grupos de discussão.

O novo curso online é baseado no curso "Conceitos sobre o Herói Grego Antigo", do professor Gregory Nagy, cujas aulas são muito populares desde o final da década de 1970 e que já foram frequentadas por cerca de 10 mil alunos.

A versão online do curso, que teve início na semana passada e se estenderá até o final de junho próximo, tem 27 mil alunos matriculados. Seu currículo inclui a "Ilíada" e a "Odisséia", de Homero, os diálogos de Platão, a poesia de Safo e outras obras.

"Eu tenho 70 anos e, francamente, na minha idade, ser capaz de reunir um número maior de alunos em um único curso do que eu consegui reunir durante décadas lecionando é surpreendente – e eu estou adorando", disse o Dr. Nagy.

O crescimento dos "MOOCs"

Um dos desafios dos "cursos abertos online para grandes audiências" (ou MOOCs, do inglês "massive open online courses") é administrar seu próprio tamanho, além de incentivar milhares de alunos a despertar o interesse uns nos outros, uma vez que eles não podem conversar com o professor. Tirar proveito de um grande grupo de ex-alunos oferece pelo menos uma maneira parcial para contornar esse problema – um problema que apenas algumas escolas tentaram solucionar.

Claudia Filos, editora de conteúdo e mídias sociais do curso, disse que em alguns MOOCs as discussões "tendem sair dos trilhos". A esperança para o curso sobre os heróis gregos é ter pessoas suficientes monitorando as aulas – fazendo perguntas incisivas, destacando comentários inteligentes – para impedir que isso aconteça.

Ex-assistentes do curso do Dr. Nagy irão direcionar as discussões, com a ajuda de um grupo maior e ainda não definido de ex-alunos. Ambos os grupos trabalharão gratuitamente. O e-mail enviado aos ex-alunos informou que o trabalho exigiria de três a cinco horas por semana.

Ex-alunos que se formaram recentemente foram recrutados antes que o e-mail de segunda-feira passada fosse enviado, disse Filos. Aqueles que manifestarem interesse serão analisados "e eles terão que se familiarizar rapidamente com o material", disse ela.

Além disso, o Dr. Nagy afirmou que cerca de uma dezena de pessoas, incluindo Claudia Filos, se envolveram na criação do curso, e que cerca de 10 acadêmicos de Harvard e de outros países ajudarão a corrigir e a dar notas a alguns trabalhos dos alunos. A maioria das avaliações será feita pelos próprios colegas – abordagem que é adotada em muitos outros MOOCs.

O primeiro MOOC foi lançado há apenas um ano e meio por um professor de Stanford, e ele demonstrou que o público para esse tipo de curso pode chegar a dezenas ou centenas de milhares de pessoas. Desde então, a modalidade se expandiu em um ritmo acelerado.

No ano passado, Harvard e o MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts) fundaram o edX, um dos poucos empreendimentos que oferecem cursos online criados por universidades de prestígio. A Universidade da Califórnia em Berkeley entrou para o edX alguns meses depois, e várias outras faculdades, incluindo o sistema da Universidade do Texas e Georgetown, disseram que vão oferecer aulas por meio do edX.

Até agora, a maioria dos MOOCs de Harvard haviam abordado temas de áreas técnicas e científicas, com alguns cursos na área de ciências sociais. Começando com o curso sobre os heróis gregos, a universidade também passará a oferecer uma variedade de aulas relacionadas à área de humanas.

Os cursos edX, como a maioria dos MOOCs, são livres e não oferecem créditos, mas os alunos podem receber um certificado de conclusão.
 

*Tradução: Cláudia Gonçalves 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos