Topo

QS: Paris é a melhor cidade para estudar; brasileiras não estão na lista

Do UOL, em São Paulo

2013-11-20T15:07:16

2013-11-20T15:13:48

20/11/2013 15h07Atualizada em 20/11/2013 15h13

Ranking divulgado ontem (19) pelo instituto britânico QS, especializado em análise de universidades, indicou Paris como a melhor cidade do mundo para estudar. Com apenas dois pontos atrás da capital francesa, Londres ficou com a segunda colocação. Entre as 50 cidades listadas, nenhuma é brasileira. No ano passado, São Paulo aparecia em 45º lugar no ranking

O ranking, que é feito todos os anos, é baseado em cinco categorias principais: classificação da universidade; a composição da população estudantil; qualidade de vida; atividade de empregadores e custo.

De acordo com a QS, dois pré-requisitos foram estabelecidos para a identificação das cidades avaliadas: o primeiro é que a população da cidade deve ser de mais de 250.000 habitantes e a segunda é que a cidade deve abrigar, no mínimo, duas instituições classificadas na pesquisa das Posições das Universidades do Mundo pela QS. No novo ranking, 98 cidades do mundo são qualificadas nesta base, 50 foram divulgadas pela QS. 

Na pesquisa, também foi levado em conta o índice iPad (compilado pela Commsec), que é um indicador aproximado para o custo acessível da tecnologia para o consumidor, além do índice Big Mac (custo do preço do lanche da rede de fast food McDonald's). 

Segundo a QS, trinta países estão representados no ranking. A maioria das cidades localizadas nos Estados Unidos (7), seguido pela Austrália (6), Canadá (3) e Reino Unido (3). Os novos países representados com as 50 melhores cidades na lista são a Noruega, com Oslo, na posição 48, Nova Zelândia, com Auckland, na posição 18 e a República Tcheca, com Praga, ocupando o 45º lugar.

Da América do Sul, Buenos Aires aparece como a 33ª melhor cidade para os estudantes e Santiago ocupa o 49º lugar no ranking. 

Mais Educação