PUBLICIDADE
Topo

PF prende três suspeitos com maconha na UFSC; alunos ocupam reitoria

Marcelle Souza e Renan Antunes de Oliveira

Do UOL, em São Paulo e em Florianópolis

25/03/2014 19h55Atualizada em 26/03/2014 12h22

Estudantes da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina) protestaram na tarde desta terça-feira (25) contra a prisão de três pessoas portando maconha dentro da universidade. Após as detenções, aproximadamente 300 alunos cercaram os policiais e depredaram dois carros.

  • 17446
  • true
  • http://noticias.uol.com.br/enquetes/2013/12/11/voce-e-contra-ou-a-favor-da-legalizacao-da-maconha.js

A PF diz que foi até o local conhecido como bosque porque recebeu denúncias de tráfico de drogas dentro do campus. Doze policiais participaram da operação. Três suspeitos foram detidos e em seguida alunos cercaram os policiais.

A PM foi acionada para dar apoio à operação e usou bombas de gás. O efeito se espalhou pelo prédio do Centro de Humanas, causando suspensão das aulas. Os federais saíram escoltados pela PM. Dois agentes da PF ficaram feridos.

Os alunos dizem que os policias agiram com truculência e protestaram contra a entrada dos agentes no campus.

A PF não soube informar se os presos são ou não estudantes da universidade. Segundo os alunos, um acadêmico de Geografia foi detido com cinco cigarros de maconha.

Depois das prisões no bosque, o grupo decidiu ocupar o hall central da reitoria da universidade. Eles se juntaram aos servidores técnico-administrativos que estão em greve e ocupam o auditório da reitoria desde o dia 18.

Na noite desta terça, os estudantes realizam uma assembleia para decidir se permanecem ou não no prédio.

Procurada pela reportagem para comentar o caso, a UFSC ainda não respondeu. $escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-foto','/2014/reitoria-ocupada-1395787221178.vm')