PUBLICIDADE
Topo

Vestibular

Enem 2015: atrasados do primeiro dia chegam com duas horas de antecedência

Os primos Graziele e Gabriel - Reinaldo Canato/UOL
Os primos Graziele e Gabriel Imagem: Reinaldo Canato/UOL

Hugo Araújo

Do UOL, em São Paulo

25/10/2015 12h57

Os primos Graziele Santos Fernandes, 30, e Gabriel Ribeiro, 17, que chegaram atrasados no primeiro dia de prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2015, vieram neste domingo (25) com duas horas de antecedência para a Uninove (Universidade Nove de Julho) na Barra Funda, em São Paulo.

“Ontem eu só consegui chegar em casa por volta das 15h”, conta Graziele. Ela explica que precisa de três conduções para chegar até a Barra Funda. “Nós moramos no Jardim Paulistano. Mesmo saindo com antecedência, não temos como controlar o tempo”, explica.

“O que mais me frustrou ontem foi a forma como nos trataram”, afirma Graziele. Ela conta que chegou com cinco minutos de antecedência no prédio C da Uninove e achava que poderia entrar e acessar o prédio A por dentro. “Os seguranças não me ajudaram. Um disse que não me devia satisfações. Nem o meu cachorro é tratado desse jeito”, afirma.

Para chegar hoje, Graziele e Gabriel contaram com a ajuda de um tio. “Ele nos deixou de carro até Taipas e de lá nós pegamos um ônibus. Se não fosse a ajuda dele, não teríamos chegado tão cedo”, ela conta.

Gabriel está no 3º ano do ensino médio e tenta uma vaga no curso de engenharia. Já Graziele quer terminar o curso de ciências contábeis. “Eu já faço ciências contábeis em uma universidade particular, mas quero uma bolsa do Prouni [Programa Universidade para Todos] para me ajudar a concluir”, explica.

Apesar do susto no primeiro dia, Graziele e Gabriel contam que estão tranquilos hoje. “O que me preocupa mais é a redação”, afirma Gabriel. Graziele concorda: “com números, eu já trabalho, já estou acostumada. Mas não adianta ficar nervosa agora, a tranquilidade é o ponto mais importante”, conclui.

Vestibular