PUBLICIDADE
Topo

Professores protestam em São Paulo contra reformas do governo do Temer

Cris Fraga/ Fox Press/ Estadão Conteúdo
Imagem: Cris Fraga/ Fox Press/ Estadão Conteúdo

Maria Júlia Marques

Do UOL, em São Paulo

25/03/2017 13h35Atualizada em 25/03/2017 13h47

Cerca de 3.000 pessoas, segundo estimativa da Polícia Militar, participaram de um protesto na manhã deste sábado (25), na avenida Paulista, em São Paulo, contra as reformas propostas pelo governo do presidente Michel Temer (PMDB).

No ato organizado pela CNTE (Central Nacional dos Trabalhadores em Educação), os manifestantes protestaram contra a reforma da Previdência, que ainda será analisada pelo Congresso, contra o projeto de terceirização aprovado pela Câmara nesta semana e contra a reforma do ensino médio, sancionada por Temer.

Os professores da rede municipal de São Paulo estão em greve desde o último dia 15. Uma nova assembleia da categoria acontece na segunda (27).

Já os profissionais da rede estadual programaram paralisações para a próxima semana. Os sindicatos das duas categorias são contra mudanças na Previdência.

Na tentativa de amenizar as críticas à reforma, Temer anunciou nesta semana que servidores estaduais e municipais ficarão de fora da proposta que tramita no Congresso.

Mesmo assim, professores organizam uma marcha para Brasília prevista para acontecer na próxima terça (28).