Reportagem do UOL é finalista de prêmio de educação

Do UOL, em São Paulo

  • Arte/UOL sobre fotos de Ricardo Matsukawa

    Os professores Douglas (esq.) e Eduardo: protagonistas da história contada pelo UOL

    Os professores Douglas (esq.) e Eduardo: protagonistas da história contada pelo UOL

A reportagem "Educação é lugar de homem? Eles mostram que sim", de Guilherme Azevedo, repórter do UOL, é finalista-premiada do Prêmio Inep de Jornalismo - Avaliações e Estatísticas Educacionais.

O prêmio é organizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, órgão do Ministério da Educação, e faz parte das comemorações de 80 anos de sua fundação.

A cerimônia acontece na próxima quarta-feira (20), na sede do instituto, em Brasília, quando serão anunciadas as colocações dos trabalhos finalistas.

Em sua primeira edição, o prêmio somou 130 trabalhos inscritos, de 92 jornalistas. Foram 72 inscrições na categoria "Avaliação da Educação Básica"; 17 na categoria "Avaliação da Educação Superior"; e 41 na categoria "Estatísticas Educacionais", em que a reportagem do UOL está entre as três finalistas.

Acompanhado de fotos de Ricardo Matsukawa, o texto enfoca a inserção de professores homens na educação infantil, um movimento ainda cercado de desconfiança e preconceito. A reportagem acompanha a rotina de dois desses professores, apresenta suas histórias de superação, desafios e desejos.

Com patrocínio da OEI (Organização dos Estados Iberoamericanos para a Educação, a Ciência e a Cultura), o prêmio distribui R$ 135 mil entre os vencedores. Os primeiros lugares de cada categoria receberão R$ 20 mil e troféus; os segundos lugares, R$ 15 mil e certificados; e os terceiros lugares, R$ 10 mil e certificados.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos