Enem

Não foi aprovado no Sisu? Saiba como funcionam as listas de espera

Mirthyani Bezerra

Do UOL, em São Paulo

O MEC (Ministério da Educação) divulgou nesta segunda-feira (29) o nome dos aprovados na chamada regular do Sisu (Sistema de Seleção Unificada). Se você é candidato e ao abrir sua página individual no sistema encontrou a seguinte mensagem: "Você não foi selecionado na chamada regular" em uma ou nas duas opções de curso escolhidas, nem tudo está perdido.

Ainda existe a possibilidade de pleitear uma das vagas que eventualmente não forem preenchidas pelos candidatos aprovados na chamada regular. Para isso, é necessário expressar dentro do próprio sistema o interesse em participar da lista de espera para o curso escolhido.

Os candidatos têm até o dia 7 de fevereiro para se inscreverem na lista de espera. As matrículas dos que foram aprovados na chamada regular começam nesta terça-feira (30) e também vão até o dia 7 de fevereiro.

Por isso, se você foi aprovado na segunda opção de curso, mas tem esperança de que, com a sua nota do Enem, consiga entrar na primeira por meio da lista de espera, dá para fazer a matrícula no curso da segunda opção e mesmo assim se inscrever na lista.

Reprodução/Facebook
Tayane Ferreira, 29, foi aprovada na segunda opção e ficou em 13º lugar na primeira, de um total de 12 vagas. Vai tentar a lista de espera
É isso o que a professora de geografia Tayane Ferreira, 29, pretende fazer. Ela foi aprovada no curso de engenharia elétrica na Unifap (Universidade Federal do Amapá), sua segunda opção, mas quer mesmo estudar engenharia civil na mesma instituição. Ela ficou em 13ª e o total de vagas disponibilizadas para o Sisu foi de 12.

"Eu vou me matricular [em engenharia elétrica] e vou esperar a lista da primeira opção. Vou ficar acompanhando tanto no site da universidade quanto no Sisu para ver se vou conseguir entrar", contou. Tayane se disse esperançosa. "A universidade é no Amapá e tem muita gente de outros Estados que se inscreve em cursos concorridos, mas não vem fazer a matrícula. A lista de espera costuma rodar muito", disse ela, que mora em Macapá.

Quem não foi aprovado em nenhuma das opções pode se inscrever na lista de espera de ambas. O MEC adverte, no entanto, que o candidato se certifique de que a manifestação de interesse foi efetivamente realizada. Ao se inscrever na lista, pelo próprio site do Sisu, o sistema emitirá uma mensagem de confirmação.

Se houver algum problema técnico, a recomendação do MEC é que o candidato entre em contato com a instituição por meio do telefone 0800 616161.

Reprodução/Facebook
Monique Cristina Fernandes, 17, ficou em 7º lugar em Direito na UEMG. Eram seis vagas
A estudante Monique Cristina Fernandes, 17, disse ter ficado muito surpresa ao ver o resultado dela no Sisu. Ela tenta uma vaga de direito na UEMG (Universidade do Estado de Minas Gerais) e colocou como primeira opção o curso no campus de Passos e a segunda, no campus de Frutal. Ela se inscreveu para uma das seis vagas destinadas a candidatos declarados negros, de baixa renda e egressos de escola pública e ficou em sétimo lugar nas duas opções. 

Ela se considera "sortuda" por estar no primeiro lugar da fila de espera. "Quase consegui entrar. É a mesma universidade, com campus em cidades diferentes. Quando vi que tinha ficado em 7º, lugar fiquei surpresa, apreensiva. Mas vi em alguns vídeos sobre a lista de espera que existia essa possibilidade. Estou menos aflita", contou.

Agora, Monique vai ter que acompanhar toda as mudanças relativas à lista de espera no site da própria universidade. "Lá, eles vão divulgar o resultado da lista no dia 7 de fevereiro, mas vão fazer uma pré-matrícula online para os primeiros colocados na lista. Assim, se alguns dos seis desistirem, pode ser que eu seja chamada antes do previsto. Está tudo no edital da universidade", contou.

Para acompanhar a convocação da lista de espera é preciso consultar as instituições de ensino. Cada uma tem regras próprias e calendários de matrícula, e, para acessar essas informações, é preciso consultar os editais de seleção pelo Sisu de cada instituição.

Para os que não tiverem sucesso na lista de espera, ainda é possível buscar bolsas no Prouni (Programa Universidade Para Todos). Quem é egresso de escola pública vai poder se candidatar a uma bolsa parcial ou integral pelo programa e estudar em instituições privadas de ensino superior. As inscrições estarão abertas entre 6 e 9 de fevereiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos