Topo

Vestibular


Locais de prova do Enem fecham os portões; exame termina às 18h30 de Brasília

Guilherme Mazieiro/UOL
Fechamento dos portões no campus da Uninove na Barra Funda, zona oeste de São Paulo Imagem: Guilherme Mazieiro/UOL

Guilherme Mazieiro

Do UOL, em São Paulo

2018-11-11T13:02:12

11/11/2018 13h02

Os 10.718 locais de prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) fecharam os portões às 13h neste domingo (11). A prova está prevista para começar às 13h30. O exame termina às 18h30 --os candidatos terão meia hora a mais que na edição de 2017. É permitido sair das salas a partir das 15h30. O horário considerado é sempre o de Brasília.

Mais de 5 milhões de pessoas devem fazer o exame. Hoje serão aplicadas a prova de Ciências da Natureza e suas Tecnologias e a prova de Matemática e suas Tecnologias, com 45 questões cada uma. 

No domingo passado (4), os estudantes fizeram as provas de ciências humanas e linguagens, além da prova de redação. Esta é a segunda vez que as provas do Enem são aplicadas em dois finais de semana separados.

UOL, em parceria com o Curso Objetivo, fará a correção online dos dois dias de exame e divulgará o gabarito extraoficial das provas. A divulgação dos gabaritos oficiais acontecerá na próxima quarta-feira (14), e os resultados serão publicados no dia 18 de janeiro de 2019.

#VerificamosENEM: Checamos ao vivo informações que circulam nas redes

Guilherme Mazieiro/UOL
Grupo levou cartazes de apoio aos candidatos do Enem 2018 no campus da Uninove na zona oeste da capital paulista Imagem: Guilherme Mazieiro/UOL

Cartazes de apoio

Para tentar diminuir a tensão e ajudar os candidatos que prestam o Enem neste domingo (11), dois coletivos fizeram um ato na frente do campus da Uninove na Barra Funda, zona oeste de São Paulo. Cerca de 15 mil candidatos fazem o exame no local. Os grupos carregavam placas de incentivo e apoio antes do fechamento dos portões.

Os cerca de 30 manifestantes erguerem cartazes com frases de incentivo como “seu esforço não é em vão “, “ansiedade não te define” e “seu futuro é bonito”. Eles também distribuem cartas escritas a mão por eles próprios com mensagens de motivação.

Guilherme Mazieiro/UOL
Grupo ergue cartazes de apoio aos candidatos Imagem: Guilherme Mazieiro/UOL

“A ideia é aliviar essa pressão enorme que está sobre eles. Os alunos estudaram o ano todo, ralaram muito e agora têm uma chance de entrar na universidade. Não vamos pressionar e ficar torcendo para chegarem atrasados. Estamos aqui para dar força para eles”, disse Naara Saboia, que coordena o grupo Manifesto.29

Outro organizador do ato, Pedro Bontorim, coordenador do grupo Colab Alcance, destacou que o objetivo é confrontar a ansiedade e o medo que recaem sobre os candidatos. “Precisamos mostrar que o importante é fazer seu melhor, acreditar em si e ficar tranquilo com a prova”, declarou.

Mais Vestibular