PUBLICIDADE
Topo

Enem

77% dos inscritos para Enem 2019 não tinham acesso à internet, mostra Inep

Enem 2019 mostrou que falta de acesso às tecnologias pode afetar estudantes na próxima edição - ADAILTON DAMASCENO/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Enem 2019 mostrou que falta de acesso às tecnologias pode afetar estudantes na próxima edição Imagem: ADAILTON DAMASCENO/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Do UOL, em São Paulo

07/07/2020 11h48

Dos pouco mais de 5 milhões de inscritos para a edição de 2019 do Enem, 3,95 milhões afirmaram não ter acesso à internet. O número totaliza 77,6% do total.

Os dados são da plataforma Microdados do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), que coletou informações de um formulário preenchido por quem desejou fazer a prova.

Além disto, o balanço mostrou que 46% dos participantes do exame (2,34 milhões de pessoas) revelaram não ter um computador em suas casas - outros 43% (2,2 milhões) possuem apenas uma máquina.

Os dados surgem em meio à expectativa sobre o possível adiamento do Enem 2020, ainda sem data definitiva para acontecer - o governo deve se manifestar nas próximas semanas.

Afetados pela pandemia de coronavírus, milhões de brasileiros tiveram aulas presenciais suspensas e deixaram de frequentar as escolas nos últimos meses.

Com milhões sem acesso à rede, conforme visto nos dados do Inep referentes à edição passada, é esperado que a dificuldade no acesso às tecnologias afete diretamente o desempenho na próxima prova.

Enem