Topo

Planos de aula

Ensino Fundamental


Sociologia - Noção de Aculturação

Celina Fernandes Bruniera

Noção de Aculturação

Objetivos

1) Aprender a noção de aculturação.

2) Refletir sobre o caráter dos contatos entre pessoas de diferentes culturas.

3) Diferenciar os processos de assimilação dos processos de aculturação.

Estratégias

1) Perguntar aos alunos o que pensam sobre o que acontece quando se dá o que freqüentemente se chama de "contato entre culturas";

2) Perguntar se acreditam que há mudança cultural a partir desses contatos e, se responderem afirmativamente, como isso se dá;

3) Solicitar que pensem nas chamadas culturas "primitivas" e abordar o tema clássico da etnologia, qual seja, de busca pelo caráter absolutamente original de cada cultura e pela manutenção desse caráter;

4) Indagar se acham que, em alguma medida, é possível haver uma interpenetração de culturas, ou seja, se acreditam ser possível que duas culturas se entrecruzem, que os sujeitos possam transformar seus modos de vida e de pensamento quando interagem;

5) Perguntar se conhecem a palavra aculturação e se sabem o que ela significa. Pedir que elaborem hipóteses sobre esse conceito;

6) Dizer aos alunos que a palavra aculturação tem um prefixo e um sufixo em sua formação. O prefixo "a" (vem do latim ad) e indica um movimento de aproximação. Já o sufixo - ção forma substantivos significando ação, resultado de ação, qualidade ou estado. Estimulá-los a pensar sobre a construção do conceito de aculturação;

7) Dar o conceito que figura no Memorando para o Estado da Aculturação de 1936, elaborado por Robert Redfield, Ralph Linton e Melville Herskovits:

"A aculturação é o conjunto de fenômenos que resultam de um contato contínuo e direto entre grupos de indivíduos de culturas diferentes e que provocam mudanças nos modelos (patterns) culturais iniciais de um ou dos dois grupos."

8) Perguntar se aculturação seria diferente de assimilação e em que medida;

9) Concluir que assimilação implica o desaparecimento total da cultura de origem de um grupo e na interiorização completa da cultura do grupo dominante;

10) Discutir que a rigor, a assimilação não existe, na medida em que o contato social é marcado por um processo em que antigas significações são atribuídas a elementos novos ou em que novos valores mudam a significação cultural de formas antigas. Esse processo é conhecido por "reinterpretação";

11) A noção de aculturação assim construída marcou os trabalhos de Roger Bastide sobre os africanos e busca demonstrar a continuidade semântica das culturas, inclusive na mudança.

é mestre em sociologia da educação pela Universidade de São Paulo e assessora educacional.

Mais Ensino Fundamental