UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Português

Pronomes relativos

Que, quem, qual, cujo, onde, como e quando

Lílian Campos*
Especial para a Página 3 Pedagogia & Comunicação
Os pronomes relativos têm por função básica unir orações diferentes fazendo com que as ideias nelas expressas complementem-se, evitando assim repetições desnecessárias.

Exemplos:

1) Eu vi um homem. O homem era jovem.
O homem que eu vi era jovem.
Neste exemplo, o pronome relativo que funciona como objeto direto.

O pronome que pode ainda funcionar como sujeito:
2) Eu estou vendo um filme. O filme é muito interessante.
Eu estou vendo um filme que é muito interessante.

Ou ainda como complemento antecedido pelas preposições a, de, em, com, por, para:
3) A peça estreia hoje. Eu te falei da peça.
A peça de que te falei estreia hoje.

O pronome relativo quem também é antecedido por preposições:
4) A funcionária é muito gentil. Pedi à funcionária informações sobre o hotel.
A funcionária a quem pedi informações sobre o hotel é muito gentil.

Os pronomes o(a) qual, os(as) quais concordam em gênero e número com o substantivo que substituem e são introduzidos por preposições.
5) Ela estudou para o exame. O exame parece bastante difícil.
O exame para o qual ela estudou parece bastante difícil.

Os pronomes cujo(s) , cuja(s) também concordam em gênero e número com o substantivo que substituem, podem ser precedidos por preposição e indicam relações de posse.
6) O edifício fica logo ali. As paredes do edifício foram pichadas.
O edifício cujas paredes foram pichadas fica logo ali.

Onde funciona como adjunto adverbial de lugar e pode ser antecedido por preposição. Quando combinado com a preposição "a" forma aonde, e indica uma destinação; quando combinado com a preposição "de" forma de onde (ou donde), e indica uma origem.

7) Ele vem de uma cidade. A cidade fica no norte do país.
A cidade de onde ele vem fica no norte do país.

8) Este cinema é mantido pela fundação cultural. Nós vamos a este cinema.
Este cinema aonde vamos é mantido pela fundação cultural.

9) Este espaço pertence ao clube Porto Belo. Muitas atividades de lazer e esportes realizam-se neste espaço.
Este espaço, onde se realizam muitas atividades de lazer e esportes, pertence ao clube Porto Belo.

Quando funciona como adjunto adverbial de tempo.
10) Sábado fez sol. Fomos ao litoral no sábado.
Sábado, quando fomos ao litoral, fez sol.

Como funciona como adjunto adverbial de modo, de maneira.
11) O modo como a reunião foi conduzida deixou todos os participantes tranqüilos.

Na linguagem oral, tende-se a utilizar o pronome relativo que de forma mais ampla. Neste contexto, as substituições por outros pronomes acabam muitas vezes não acontecendo.

É importante salientar que este uso não é propriamente "errado", mas inadequado para situações em que a linguagem formal (ou padrão) estiver sendo exigida.

Retomando alguns dos exemplos mencionados, poderemos entender, numa linguagem informal, construções do tipo:

  • A peça que te falei estreia hoje.
  • O edifício que as paredes foram pichadas fica logo ali.
  • O modo que a reunião foi conduzida deixou todos os participantes tranquilos.
  • *Lílian Campos, formada em Letras, é professora de língua francesa na PUC-PR e na UFPR, com atuação também no ensino de língua portuguesa.
    Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

    Compartilhe:

      Receba notícias

      Dicionários

      Michaelis


      Tradutor Babylon


      Dicas de Português Banco de Redações

      Redações avaliadas por uma equipe especializada em correção de prova de vestibular e Enem

      Ditados Revisão Testes e Simulados Revistas e Sites

      Shopping UOL

      Hospedagem: UOL Host