UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Últimas Notícias

16/04/2008 - 22h26

Alunos da Unifesp paralisam atividades até sexta-feira

Bruno Aragaki
Da redação
  • Alunos da Unifesp paralisam atividades até sexta-feira. Comente


  • Estudantes da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) decidiram, em assembléia realizada na noite desta quarta (16), paralisar as atividades até esta sexta-feira.

    Segundo o DCE (Diretório Central Estudantil) da instituição, 337 alunos participaram da reunião e votaram pela suspensão das aulas e das outras atividades acadêmicas para "discutir ações e realizar protestos exigindo a renúncia do reitor Ulysses Fagundes Neto".

    Crédito
    Fagundes disse que devolveu R$ 85 mil à União e descarta renúncia
    "Os professores e servidores serão comunicados da decisão dos alunos entre hoje e amanhã", disse Matheus Lima, coordenador de comunicação do DCE. "Também buscaremos adesão dos outros estudantes, para que não entrem em aula", disse Lima.

    A Unifesp tem 4.200 alunos em cinco cidades paulistas (capital, Santos, Diadema, Guarulhos e São José).

    Ocupação de reitoria

    A ocupação de reitoria, nos moldes do protesto dos estudantes da UnB (Universidade de Brasília), foi rechaçada pela assembléia da Unifesp.

    "Por enquanto, a maioria dos estudantes não é favorável a entrar na reitoria", disse Matheus Lima, "mas é unânime o pedido de renúncia do reitor".

    Equívoco

    Na tarde desta quarta-feira, o reitor da instituição admitiu ter usado cartão corporativo para fins pessoais e disse que foi um "equívoco".

    O reitor afirmou ter devolvido à União R$ 85 mil gastos durante 2006 e 2007 com o cartão.

    Convocado a prestar depoimento na CPI dos Cartões, Faguntes Neto disse que "não agiu de má fé" ao utilizar dinheiro público em compras no exterior.

    "Tanto foi que devolvi o dinheiro todo", disse. "Eu faço a compra com o cartão, vem a fatura. Aquilo que não é elegível eu pago com o meu dinheiro. Foi o que aconteceu", defendeu-se.

    Entre os gastos de Neto com o cartão da universidade, estariam compras em lojas de eletrônicos nos Estados Unidos, malas em Hong Kong e cerâmicas na Espanha, segundo reportagem da Folha de S.Paulo.
    Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

    Compartilhe:

      Receba notícias

      Lição de Casa Dicionários

      Aulete

      Português

      Houaiss

      Português

      Michaelis


      Tradutor Babylon


      Intercâmbio

      Shopping UOL

      Hospedagem: UOL Host