UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Últimas Notícias

18/04/2008 - 13h02

Alunos desocupam prédio da UnB; reitor diz que é favorável à paridade

Claudia Andrade
Em Brasília
Mariana Tramontina
Da redação, em São Paulo
Atualizada às 16h25

Depois de receber o prédio da UnB (Universidade de Brasília) limpo e organizado pelos estudantes que estavam acampados no local há 15 dias, o reitor interino da instituição, Roberto Aguiar, manifestou seu apoio à paridade de votos, principal reivindicação dos alunos. "Eu sou favorável à paridade. Depois dessa luta pública, temos que discutir, até porque há várias formas de fazer a paridade e de interpretar a legalidade", disse.

A declaração foi dada no Salão de Atos da reitoria, que estava sendo usado como dormitório coletivo para os estudantes até a última madrugada. "Quando teve a segunda invasão, a gente resolveu fechar o gabinete, porque ficou muito tumultuado, pra não sumir nada, não danificar. Mas a gente vinha aqui limpar, deixar tudo direitinho", conta a estudante de ciências políticas Claudia Almeida.

REITOR INTERINO
Ela também faz parte do 'segundo grupo' de ocupação, o que entrou na reitoria no último dia 7, quando os estudantes confrontaram os seguranças para entrar no prédio. "Antes eu estava lá embaixo, trazendo comida para o pessoal que estava aqui desde o início", disse a universitária, sorridente, usando um capacete de engenheiro de obras que depois foi entregue ao reitor interino.

Aguiar foi apresentado para o cargo na noite da última terça-feira, depois de ter sido indicado pelo Conselho Universitário -- formado por professores, alunos e servidores. Ao entrar no prédio que deverá ocupar pelos próximos 180 dias, ele reforçou que sua gestão será compartilhada por professores, servidores e estudantes. "Os alunos dessa universidade são meus parceiros, vamos sempre dialogar. E queria conclamar professores e servidores para que também estejam comigo".

Antes de começar a se pronunciar, o reitor interino foi interrompido pelos universitários que entraram no salão cantando: "o estudante quer paridade; democracia dentro da universidade". Logo em seguida, Aguiar deu a declaração que os estudantes esperavam, e foi bastante aplaudido.

Aguiar já convocou todos os servidores que trabalham no prédio da Reitoria a retomarem os serviços a partir de 13h desta sexta-feira. "A UnB precisa voltar à normalidade o mais rápido possível", disse. O local passará por vistoria dos servidores da PRC (Prefeitura do Campus).

Desocupação
A desocupação do prédio começou a ser feita na noite de quinta-feira (17), com a limpeza das salas ocupadas, do auditório e das rampas de acesso. No início da manhã, enquanto alguns funcionários aguardavam do lado de fora para entrar em suas salas, a maioria dos estudantes ainda dormia, depois de uma festa realizada na véspera para comemorar os resultados da ocupação.

LÍDER DA OCUPAÇÃO
"Saímos vitoriosos da ocupação. Agora deixamos de ocupar a Reitoria para ocupar a universidade inteira. Vamos mobilizar salas, faculdades e institutos para mostrar que os estudantes têm papel de administração na UnB", disse um dos coordenadores gerais do DCE (Diretório Central dos Estudantes) Fábio Félix.

As faixas de protesto já haviam sido retiradas, e alguns novos cartazes exaltavam que o movimento continuaria, mesmo com a desocupação, em busca das outras reivindicações. Havia também frases bem-humoradas, como: "Baralho, 7 reais; jogar cartas na mesa do reitor, não tem preço".

Para a professora Rachel da Cunha, presidente da associação dos docentes, "todos devem continuar vigilantes". "A ocupação foi uma atitude sensata diante do agravamento da crise. Foi um ato político extremado porque os estudantes não tiveram nenhum canal com a administração para debater, então tinham de fazer alguma coisa para serem ouvidos", defendeu.

Para ela, agora é preciso que estudantes, professores e servidores sigam com a pauta de reivindicações. "Os três segmentos devem fazer um debate político e discutir instrumentos de transparência que devem ser adotados na instituição."

Limpeza
Aguiar foi nomeado para o cargo, na noite da última terça (15), pelo MEC (Ministério da Educação). Ele ocupa agora o lugar de Timothy Mulholland, que renunciou ao cargo no dia 13, atendendo uma das reivindicações dos estudantes.

Mulholland está sob investigação do Ministério Público do Distrito Federal, que apura repasse de verba da Finatec, fundação de apoio à UnB, para reforma de apartamento funcional. As obras teriam custado entre R$ 350 e R$ 470 mil reais.

Nesta sexta, Aguiar afirmou que "a universidade quer limpar o que tem de problemas dentro dela". Segundo ele, com a crise, a instituição ficou com uma imagem ruim. "Temos que resgatar isso", ressaltou. "Enquanto eu estiver aqui, esta vai ser uma instituição pública, e tudo o que for contra o público, nós vamos ser contra", acrescentou.

Ele explicou ainda que as questões referentes à fiscalização e abertura das contas das fundações ligadas à universidade devem ficar sob responsabilidade do decanato de administração e finanças. Mas seus integrantes ainda não foram escolhidos pelo reitor. "Tenho pensado muito sobre isso, mas ainda não achei as pessoas", justificou.
Leia mais
Novo reitor da UnB é recebido pelos alunos com canto de boas vindas
UnB começa a definir eleições e novo estatuto
Haddad descarta interferência do governo em ocupação da reitoria da UnB
Servidores da UnB promovem manifestação em defesa de Mulholland
TCU barra repasse de verba para fundação de apoio à UnB
CPI dos Cartões aprova convocações de reitor da Unifesp e de ex-vice-reitor da UnB
Ministério Público Federal denuncia reitor e decano da UnB
Ocupação da reitoria da UnB entra no 3º dia com música e ioga
Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Compartilhe:

    Receba notícias

    Lição de Casa Dicionários

    Aulete

    Português

    Houaiss

    Português

    Michaelis


    Tradutor Babylon


    Intercâmbio

    Shopping UOL

    Hospedagem: UOL Host