UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Últimas Notícias

13/05/2009 - 18h41

Professores da USP decidem parar atividades na segunda-feira (18)

Da Redação*
Em São Paulo
*Texto atualizado em 18/5, às 12h36.

Os professores da USP (Universidade de São Paulo) decidiram, em assembleia realizada na terça-feira (12), fazer paralisação de 24h na próxima segunda-feira (18). Neste dia, a Adusp (Associação dos Docentes da USP) participa de reunião do Fórum das Seis e de ato em frente à reitoria da USP durante a reunião do Cruesp (Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas).

A greve dos funcionários da USP teve início no dia 5 de maio e conta com a adesão de 8% do total de 15 mil servidores, segundo nota da assessoria de imprensa da universidade.

O número diverge do levantamento divulgado pelo Sintusp (Sindicato dos trabalhadores da USP), no qual quase 70% dos trabalhadores do campus da capital, que tem 12 mil funcionários, estão parados.

Você concorda com a paralisação dos funcionários da USP? Opine

Para Aníbal Cavali, diretor de imprensa do sindicato, os números da USP são "totalmente descabidos".

O movimento pede o reajuste dos salários em 17%, o acréscimo de uma parcela de R$ 200 a todos os funcionários e professores, a democratização da estrutura administrativa e a extinção da Univesp (Universidade Virtual do Estado de São Paulo), dentre outras reivindicações.
Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Compartilhe:

    Receba notícias

    Lição de Casa Dicionários

    Aulete

    Português

    Houaiss

    Português

    Michaelis


    Tradutor Babylon


    Intercâmbio

    Shopping UOL

    Hospedagem: UOL Host