UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Últimas Notícias

16/10/2009 - 14h54

Estudantes de direito 'ocupam' centro de SP com a Peruada 2009

Ana Okada
Em São Paulo
Atualizada às 21h08

Estudantes da Faculdade de Direito da USP (Universidade de São Paulo) e de outras instituições participaram hoje (16) da "Peruada 2009", tradicional festa da faculdade, realizada no centro de São Paulo. Cerca de 2.000 universitários fantasiados fizeram passeata pelas ruas próximas do Largo São Francisco até as 18h, dançando ao som de Gretchen, que cantou no carro de som.

  • Veja mais imagens da Peruada 2009

  • Fabiano Cerchiari/UOL
    Cerca de 2.000 estudantes foram à festa dos estudantes do Largo de São Francisco, no centro de São Paulo

    O evento tem caráter político e humorístico e presta "homenagem" ou crítica a escândalos nacionais. Seu lema é "ridendo castigat mores", termo latino que significa "o riso corrige os costumes". Esse ano, o assunto da Peruada foram as recentes denúncias de nepotismo e outras irregularidades realizadas por José Sarney (PMDB). O mote era "Pro meu peru não existe lei, ele é parente do Sarney".

    Origem

    Segundo Raphael Lavez, do Centro Acadêmico XI de Agosto, há algumas versões para o início da tradição, que remonta ao século XIX. Uma delas é ligada à libertação dos calouros, que era comemorada no dia da libertação dos escravos (13/5): os calouros tinham que vestir os ternos do lado avesso e colocar o paletó na cabeça. Isso fazia com que eles ficassem parecidos com perus - o que explicaria o título do evento.

    Outra explicação para o nome da festa é a de que alunos teriam roubado perus premiados de um professor da faculdade. Com as aves, fizeram uma grande peruada. O docente, segundo informa o site do centro acadêmico, jamais perdoou o presidente da entidade.

    Há, ainda, uma terceira hipótese para a origem da peruada: o nome viria de uma comparação ao hábito caboclo de dar pinga aos perus antes de matá-los. Os estudantes que bebiam nas festas de calouros, reza a lenda, pareciam com esses perus.
    Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

    Compartilhe:

      Receba notícias

      Lição de Casa Dicionários

      Aulete

      Português

      Houaiss

      Português

      Michaelis


      Tradutor Babylon


      Intercâmbio

      Shopping UOL

      Hospedagem: UOL Host