UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Últimas Notícias

27/11/2009 - 10h33

Ensino superior: 88,5% das vagas de vestibulares são de particulares

Ana Okada
Em São Paulo
Do total de 2,985 milhões de vagas oferecidas nos processos seletivos para cursos superiores presenciais do país, 88,5% são de instituições particulares. Intituições federais, estaduais e municipais somaram 329 mil vagas em vestibulares, segundo dados do Censo da Educação Superior 2008, divulgados nesta sexta-feira (27).

As oportunidades no vestibular de 2008 aumentaram 5,7% em relação ao ano de 2007, quando foram oferecidas 2,823 milhões de vagas. A rede privada foi a que criou mais novas vagas em 2008: 146.417, representando aumento de 5,9%. Das públicas, a rede federal foi a que teve maior acréscimo de vagas, com 14.462 e aumento de 9,3%. O número de vagas das estaduais aumentou 2,2% e o das municipais diminuiu 3,7%.


Ingressantes

Em 2008, 1.505.619 estudantes ingressaram no ensino superior, ou seja, houve crescimento de 1,6% em relação a 2007. O número de alunos, no entanto, não preenche quase metade das vagas ofertadas: 1,479 milhão das carteiras em cursos presenciais de universidades, centros universitários e faculdades permaneceram desocupadas e representam 49,6% do total de vagas oferecidas no vestibular.

  • No ritmo atual, meta para ensino superior não será atingida até 2011
  • 49 em cem vagas do ensino superior do Brasil ficam ociosas, mostra censo
  • USP é a 6ª maior universidade do país; confira o ranking
  • Qual é o motivo do aumento de vagas ociosas no ensino superior? Opine
  • Reuni: Em 2008, federais abriram 14.826 vagas

  • O percentual de calouros em relação ao de concluintes em 2008 foi de 57,3%. A taxa é 0,8% menor do que a registrada em 2007, quando ficou em 58,1%.

    Matrículas

    As matrículas no ensino superior em 2008 cresceram 4,1%, taxa semelhante à do ano anterior (4,4%). As instituições privadas têm a maior parte, com 3,8 milhões (74,9%). As demais correspondem às federais (12,7%), estaduais (9,7%) e municipais (2,8%), respectivamente.

    A taxa de crescimento de matrícula do período noturno (5,7%) cresceu mais do que a do diurno (1,6%). Particulares e federais tiveram os maiores aumentos de matrículas do período da noite: 6% e 5,9%, respectivamente.

    Faculdades e Cursos

    De acordo com o censo, existiam em 2008 2.252 instituições de ensino superior no país - o que representa uma diminuição de 29 instituições em relação ao ano de 2007.

    Delas, 90% são particulares, e 10% são públicas, divididas entre federais (4,1%), estaduais (3,6%) e municipais (2,7%). A contagem leva em conta todo o tipo de instituição, com oferta de ensino presencial e a distância.

    Ao todo, 90% das instituições do setor privado são faculdades, 6% são centros universitários e 4% são universidades. O setor público possui uma rede instalada assim distribuída: 57% de faculdades, 4% de centros universitários e 40% de universidades.

    O número de cursos presenciais em todo o país, registrado pelo censo, é de 24.719 - o que representa aumento de 5,2% em relação a 2007.

    O que é o Censo

    O Censo da Educação Superior é realizado anualmente pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira). A edição de 2008 foi feita com base em informações coletadas entre os dias 25 de março e 12 de junho de 2009.

    As instituições de ensino superior devem responder um questionário eletrônico preparado pelo Inep, com perguntas sobre seus cursos de graduação, sequenciais, vagas oferecidas, inscrições, matrículas, concluintes, e professores.
    Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

    Compartilhe:

      Receba notícias

      Lição de Casa Dicionários

      Aulete

      Português

      Houaiss

      Português

      Michaelis


      Tradutor Babylon


      Intercâmbio

      Shopping UOL

      Hospedagem: UOL Host