Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://educacao.uol.com.br/album/2016/11/05/enem-2016-veja-fotos-do-exame-pelo-brasil.htm
  • totalImagens: 93
  • fotoInicial: 87
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20161105122744
    • Educação [16614]; Enem 2016 [77682];
Fotos

5.nov.2016 - Relógios da avenida Paulista, em São Paulo, enviam recado para estudantes que vão fazer o Enem neste sábado (5), recomendando uso de roupas leves J. Duran Machfee/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

5.nov.2016 - Candidatos chegam com mais de uma hora de antecedência à PUC-MG, em Belo Horizonte, para fazer as provas do primeiro dia do Enem 2016, neste sábado (5) Hugo Cordeiro/UOL Mais

5.nov.2016 - No Rio de Janeiro, a professora Cecília Santos, 50, disse ter feito inscrição no Enem 2016 para incentivar a filha e uma amiga, que também farão a prova neste sábado (5) Hanriksson Andrade/UOL Mais

5.nov.2016 - A estudante Fernanda Baeda, 18, disse ter deixado uma ocupação em uma escola estadual de Belo Horizonte para fazer as provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) na PUC-MG, neste sábado (5) Hugo Cordeiro/UOL Mais

5.nov.2016 - Formada no curso técnico de contabilidade em 2013, Ana Paula Barbosa, 28, presta o Enem pela terceira vez e tenta entrar em um curso universitário na mesma área Lucas Azevedo/UOL Mais

5.nov.2016 - Estudantes começam a entrar no local de prova, no campus da Uninove no bairro da Barra Funda para o primeiro dia do Enem 2016, neste sábado (5) Junior Lago/UOL Mais

5.nov.2016 - Estudantes tiram selfie enquanto aguardam o início da prova do Enem, na PUC, em Belo Horizonte, neste sábado (5) Hugo Cordeiro /UOL Mais

5.nov.2016 - Weverton Ramon, 20, e Rikelly Maria Silva, 18, deixaram a escola que ocupam em Arapiraca (AL) para fazer as provas do Enem 2016 Beto Macário/UOL Mais

5.nov.2016 - Josinaldo de Sousa, 24, fez um percurso de três dias de viagem de ônibus da pequena Colônia do Piauí (PI) a São Paulo. Ele prestou o Enem neste sábado (5) Junior Lago/UOL Mais

5.nov.2016 - A candidata Fernanda Lessa, 16, recebeu um SMS do MEC na quarta-feira sobre a suspensão do Enem na sua escola. Desconfiados, pai e filha foram ao local, mas a prova não ocorreu na escola estadual Lions Club, em Arapiraca (AL) Beto Macário/UOL Mais

5.nov.2016 - Cesto de lixo lotado com papéis de propaganda de cursinhos na entrada da PUC-MG, no bairro Coração Eucarístico, região noroeste de Belo Horizonte Rayder Bragon/UOL Mais

5.nov.2016 - Os estudantes Amanda Salvarerra e Augusto Micheletti, ambos 17, estudam em um tradicional colégio particular de Porto Alegre. Ela faz o Enem porque deseja cursar Economia na UFRGS ou Psicologia na Ufcspa. O colega almeja engenharia química na UFRGS ou Unicamp. Os dois se sentem bem preparados para o exame, graças às aulas de reforço no segundo turno da escola Lucas Azevedo/UOL Mais

5.nov.2016 - O segurança Guilherme Guedes, 25, saiu do trabalho e foi direto para o local de prova do Enem. Ele presta a prova pela terceira vez e tenta uma vaga no curso de analista de sistemas Lucas Pontes/UOL Mais

5.nov.2016 - Sem aulas desde que o Colégio Estadual Antônio Lacerda Braga, em Colombo, região metropolitana de Curitiba, foi ocupado por colegas em 10 de outubro, a estudante Guelciane da Maia Câmara disse se sentir prejudicada ao chegar para fazer o Enem na UTFPR Rafael Moro/UOL Mais

5.nov.2016 - A coordenadora administrativa Maria da Penha Pereira Tesche, 58, presta o Enem pela segunda vez este ano. Desta vez, ela teve a companhia do filho engenheiro Eduardo Tesche, 37, que se inscreveu no Enem como forma de apoiar a mãe Janaína Garcia/UOL Mais

5.nov.2016 - Estudante entra no momento de fechamento dos portões do campus da Barra Funda da Uninove, zona oeste da capital paulista, neste sábado (5), onde acontecem as primeiras provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016. Cerca de 8,4 milhões de candidatos em todo o Brasil são esperados para a realização do exame. Alguns estudantes não conseguiram entrar no local e perderam a prova Daniel Teixeira/Estadão Conteúdo Mais

5.nov.2016 - Estudante entra no momento de fechamento dos portões do campus da Barra Funda da Uninove, zona oeste da capital paulista, neste sábado (5), onde acontecem as primeiras provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016. Cerca de 8,4 milhões de candidatos em todo o Brasil são esperados para a realização do exame. Alguns estudantes não conseguiram entrar no local e perderam a prova Daniel Teixeira/Estadão Conteúdo Mais

5.nov.2016 - O servente Jackson Oliveira, 22, disse ter sido eliminado por causa do boné. Ele saiu do local de prova, na PUC-MG, no bairro Coração Eucarístico, região noroeste de Belo Horizonte, por volta das 14h50. "Eu comecei a fazer a prova de boné e ninguém falou nada. Só depois me avisaram que não podia", reclamou. Ele disse que era a segunda vez que tentava o Enem. Hugo Cordeiro/UOL Mais

5.nov.2016 - "A prova foi relativamente fácil, não achei difícil. Tinham questões da minha área, e eu gostei. Saí rápido porque sempre fui de marcar logo, não sou de demorar", conta a técnica de enfermagem Camila Pereira, 30 que tenta ingressar no curso se enfermagem. Ela fez o Enem em Arapiraca (AL) Beto Macário/UOL Mais

5.nov.2016 - A candidata Bruna Araújo, 18, pensa em fazer direito e disse que a prova foi difícil. "Não gostei muito, não sei se porque estudei pouco. Fé em deus, me darei melhor na redação amanhã, que estou mais preparada", disse, citando que caíram questões sobre o Estado Islâmico Beto Macário/UOL Mais

5.nov.2016 - Bartolomeu Peixoto Neto, 19, fez pela segunda vez e disse que a prova foi mais difícil que a do ano passado. "Esse ano gostei das perguntas, tinham bons enunciados, mas estava mais difícil que em 2015", disse Beto Macário/UOL Mais

5.nov.2016 - "Demora (a entrevista)? Estou morrendo de fome", disse o angolano Sebastian Vemba, 23, um dos primeiros a deixar a UTFPR, por volta das 15h40. "(A prova) Estava ao meu alcance". Sebastian está há seis meses no Brasil. Veio para estudar --já cursa Tecnologia em Análise de Sistemas numa faculdade privada, mas sonha fazer medicina. "Saí do meu país para isso" Lucas Pontes/UOL Mais

5.nov.2016 - A estudante Ana Júlia Soares, 14, aluna do nono ano do fundamental, gostou mais das questões de física. "Achei as questões claras, demandaram muito interpretação de texto. Em física predominaram as questões de som e ondas; em química, elementos químicos. Gostei da prova", disse. Junior Lago/UOL Mais

5.nov.2016 - Primeiro candidato a deixar o campus da PUC-MG, em Belo Horizonte, Carlos Henrique Assis, 23, disse que achou a prova fácil. "Achei a prova um pouco tranquila. Estava em um nível intermediário", disse. O candidato disse que não havia erro de impressão nos cadernos de prova. Ele vai tentar o curso de web design Hugo Cordeiro/UOL Mais

5.nov.2016 - Andressa Lima, 21, achou fácil a prova do primeiro dia de Enem. Ela deixou o local em que prestou o exame, a Fapa, na zona norte, por volta das 15h40. "Achei tudo bem fácil. Mas a parte de ciências pegou no meu ponto fraco", brinca. Para ela, a quantidade de questões que exigiam emprego de fórmulas foi o mais complicado. Andressa faz o Enem de olho em uma vaga no curso de administração em uma universidade privada Lucas Azevedo/UOL Mais

5.nov.2016 - Candidato pela terceira vez, o estudante de Relações Internacionais Alexandre Del Rei Macedo, 19, considerou o primeiro dia de exame, este ano, "muito mais fácil" que as edições passadas. "Exatas chutei quase tudo; sou de humanas, mas gostei das questões sobre crise econômica e dos refugiados e também sobre a que tratou de representatividade da mulher", contou Junior Lago/UOL Mais

5.nov.2016 - O estudante Daniel Bastos, 16, que pretende cursar educação física, foi o primeiro candidato a terminar a prova do Enem na Universidade Veiga de Almeida, na Tijuca, zona norte carioca. Ele deixou o local por volta das 15h30. Em sua avaliação, o exame foi "tranquilo". "Fiz mais como um teste para ver quanto tempo eu tenho para responder as questões. Eu já costumo fazer rápido mesmo as provas no colégio. Aqui não foi diferente", disse ele, que está no segundo ano do ensino médio e ainda terá mais um Enem pela frente, no ano que vem Marco Antonio Teixeira/UOL Mais

5.nov.2016 - O segundo candidato a deixar a Universidade Veiga de Almeida foi Gabriel Marques, que disse ter assinalado a opção "C" em toda a prova. De acordo com o jovem, fazer o Enem foi apenas uma questão de experiência de vida. "Chutei tudo e marquei só a letra C. Vamos ver, quem sabe", comentou. O objetivo do estudante é ingressar no Exército e cursar a Escola Preparatória de Cadetes. "Estou com a cabeça tranquila. O Enem ficou mais como uma experiência", declarou Marco Antonio Teixeira/UOL Mais

5.nov.2016 - Gabriela Rocha, 20, também foi uma das primeiras a deixar o local de prova na Universidade Veiga de Almeida, na Tijuca, zona norte do Rio. A jovem disse ter uma rotina complicada, com estudo e trabalho, mas isso não a faz desistir do sonho de estudar em uma universidade pública. "Eu já curso Educação Física [em instituição privada]. Não tive muito tempo para estudar e me preparar, mas acho que fui bem. Amanhã é que vai ser complicado, porque tem a redação", declarou ela Marco Antonio Teixeira/UOL Mais

À espera do filho, a pedagoga Flávia Ribeiro, 42, encontrou uma maneira de espantar o tédio e, ao mesmo tempo, realizar uma atividade terapêutica: o tricô. Sentada em um meio-fio na porta da Universidade Veiga de Almeida, na Tijuca, zona norte do Rio, ela tricotava o que possivelmente se tornará uma touca até que o filho dela deixe o local de prova. "Tenho esse hábito desde os 9 anos. Ajuda a aliviar a fibromialgia, e o tricô reduz em quase 20% a quantidade de remédios que sou obrigada a tomar", explicou. O filho, Guilherme, pretende cursar matemática e fazer concurso público. A mãe reconhece que ele não se preparou adequadamente. "A verdade é que ele não estudou nada. Mas eu confio nele, ele sempre foi um rapaz inteligente" Marco Antonio Teixeira/UOL Mais

5.nov.2016 - À espera do filho, a pedagoga Flávia Ribeiro, 42, encontrou uma maneira de espantar o tédio e, ao mesmo tempo, realizar uma atividade terapêutica: o tricô. Sentada em um meio-fio na porta da Universidade Veiga de Almeida, na Tijuca, zona norte do Rio, ela tricotava o que possivelmente se tornará uma touca até que o filho dela deixe o local de prova. "Tenho esse hábito desde os 9 anos. Ajuda a aliviar a fibromialgia, e o tricô reduz em quase 20% a quantidade de remédios que sou obrigada a tomar", explicou. O filho, Guilherme, pretende cursar matemática e fazer concurso público. A mãe reconhece que ele não se preparou adequadamente. "A verdade é que ele não estudou nada. Mas eu confio nele, ele sempre foi um rapaz inteligente" Marco Antonio Teixeira/UOL Mais

5.nov.2016 - Estudante de terceiro ano, Laura Luedemann Campos, 17, foi taxativa: "Chutei tudo de exatas". Nas questões de humanas, porém, ela disse que acredita ter ido bem. "Principalmente nas questões sobre as liberdades que a democracia garante e sobre a representação da mulher em espaços científicos, como a Nasa", citou Junior Lago/UOL Mais

5.nov.2016 - O vigilante Gesoer Antonio Ferreira, 43, fez a prova do Enem para conseguir o diploma do ensino médio. "Ainda me faltam duas matérias, vamos ver como me saio", falou. Ele achou a prova difícil. "É que não estudei muito", admitiu Rafael Moro/UOL Mais

5.nov.2016 - Duveus Mauriu, 30, é haitiano e está no Brasil há dois anos. Morador de Porto Alegre, com a mulher e seus dois filhos, ele está fazendo o Enem de olho em alguma vaga para o curso de administração. "Particular ou pública, o que der", conta ele, sobre a escolha de uma universidade. Auxiliar técnico em uma associação de crianças com necessidades especiais, Mauriu avalia que foi bem na prova, exceto por um detalhe: "Senti muita dificuldade em História do Brasil, que não sei muito", conta, tímido. Essa é a segunda vez que ele presta Enem. No ano passado, sua maior dificuldade foi em redação. "Eu não consegui escrever em português", comenta. Entretanto, garante estar preparado para este domingo Lucas Azevedo/UOL Mais

5.nov.2016 - Dois anos após concluir o ensino médio, a manicure Francieli Dias Silveira, 28, encarou o Enem pela primeira vez. Ela, que vive e trabalha em Piraquara, região metropolitana, busca uma vaga no curso de Cosmetologia de uma faculdade particular de Curitiba. "Vai me ajudar profissionalmente", afirmou. Achou difícil a prova de física. "Mas vamos ver", ressalta Lucas Pontes/UOL Mais

5.nov.2016 - Sem estudar em 2016 por conta do filho de sete meses, Gabriela Santos da Silva, 19, usou o Enem como forma de se preparar para a volta à escola, ano que vem. "Ainda faltam dois anos para terminar o ensino médio", explicou. "A prova? "Sou uma negação em física e biologia. Mas acho que fui bem", falou Lucas Pontes/UOL Mais

5.nov.2016 - Estudantes que fizeram o Enem na Universidade Veiga de Almeida, na Tijuca, na zona norte do Rio, afirmaram que o grau de dificuldade da prova foi alto, principalmente nas disciplinas de Ciências da Natureza. Segundo Gabriela Valle, que deixou o local por volta de 16h, alguns assuntos foram mais recorrentes, como genética e evolução Marco Antonio Teixeira/UOL Mais

5.nov.2016 - O mesmo foi dito pelo candidato Eduardo Mizzonato. "A prova estava bem difícil. Biologia teve muita genética", comentou Marco Antonio Teixeira/UOL Mais

5.nov.2016 - Alunos que fariam prova no Centro Educacional Ave Branca (CEMAB), em Taguatinga, cidade próxima a Brasília, receberam uma mensagem de texto do Inep avisando que a prova no local seria adiada por conta de uma ocupação por manifestantes. O colégio foi desocupado no início desta semana e o Enem foi aplicado normalmente, apesar da mensagem recebida por alguns alunos. Estudantes reclamaram da confusão e apreensão causada -- alguns receberam a mensagem, foram ao local checar e descobriram que a prova seria aplicada Pedro Ladeira/Folhapress Mais

5.nov.2016 - Alunos que fariam prova no Centro Educacional Ave Branca (CEMAB), em Taguatinga, cidade próxima a Brasília, receberam uma mensagem de texto do Inep avisando que a prova no local seria adiada por conta de uma ocupação por manifestantes. O colégio foi desocupado no início desta semana e o Enem foi aplicado normalmente, apesar da mensagem recebida por alguns alunos. Estudantes reclamaram da confusão e apreensão causada -- alguns receberam a mensagem, foram ao local checar e descobriram que a prova seria aplicada Pedro Ladeira/Folhapress Mais

6.nov.2016 - Um grupo armou uma tenda para oferecer abraços grátis em frente à PUC-MG, em Belo Horizonte, como forma de apoiar os estudantes que vão fazer a prova do segundo dia do Enem, neste domingo (6). O grupo, formado por jovens religiosos, também fez uma oração antes da abertura dos portões para a prova Rayder Bragon/UOL Mais

6.nov.2016 - As estudantes Karol Cavalcante (à esq.) e Gabrielle Oliveira, ambas de 18 anos, se conheceram na manhã deste domingo (6), na porta da PUC-Rio, na zona sul carioca. As duas farão o Enem pela primeira vez e disseram estar muito nervosas. A ansiedade acabou dando início a uma amizade. "Na verdade, acabamos de nos conhecer. É uma forma de buscar apoio nesse momento", afirmou Gabrielle, cuja meta é cursar medicina. De tão nervosas, as jovens chegaram ao local de prova duas horas antes do fechamento dos portões. "Também pelo medo de acontecer alguma coisa e acabar chegando atrasada", disse Karol, que pretende cursar direito Hanrrikson Andrade/UOL Mais

6.nov.2016 - Ambulantes vendem quase de tudo para os candidatos do Enem em frente à Uninove, na zona oeste de São Paulo, neste domingo (6). Tem canetas, lápis, réguas, chocolates, baras de cereais, salgadinhos e lanches Bruno Santos/UOL Mais

6.NOV.2016 - Candidatos do Enem formam fila em frente à Uninove, na zona oeste de 6.nov.2016 - São Paulo, antes da abertura dos portões para o segundo dia de provas, neste domingo Bruno Santos/UOL Mais

6.nov.2016 - O estudante Antônio Cavalcanti, 18, afirmou ter estudado de 14 a 15 horas por dia para fazer o Enem. "Estou totalmente focado. Os momentos de lazer ocorriam somente à noite, quando eu via um pouco de TV para relaxar. Depois, dormia e, no outro dia, começava tudo de novo", disse ele, que fará a prova na PUC-Rio, na zona sul carioca, neste domingo (6). A poucos minutos da abertura dos portões, o jovem disse que agora só lhe resta "relaxar e ter calma". "Ontem, estava realmente difícil e acredito que hoje vai ser mais. Mas é hora de manter o foco", declarou Antônio, cuja meta é cursar relações internacionais. Hanrrikson Andrade/UOL Mais

6.nov.2016 - A estudante Emyli Brito (à dir.), 18, pretende cursar medicina, mas afirmou reconhecer que as questões de física são o seu ponto fraco. Ela fará o Enem neste domingo (6) na PUC-Rio, zona sul carioca. "Ciências da Natureza já costuma ser mesmo mais difícil. Eu tenho mais facilidade com humanas e linguagens, o que é meio contraditório, já que eu quero fazer medicina", disse a jovem, que aguarda a abertura dos portões ao lado da amiga Caroline Costa, 18 Hanrrikson Andrade/UOL Mais

6.nov.2016 - Um grupo armou uma tenda para oferecer abraços grátis em frente à PUC-MG, em Belo Horizonte, como forma de apoiar os estudantes que vão fazer a prova do segundo dia do Enem Hugo Cordeiro /UOL Mais

6.nov.2016 - Estudantes de fisioterapia montaram um "atendimento humanizado" para vender "água da sorte" em frente ao Centro Educacional de Pesquisa Aplicada (Cepa), em Maceió. Quem compra, ganha uma caneta preta para a prova e ,de quebra, ainda leva um abraço. "Estamos vendendo para ajudar na nossa formatura", disse Nívea Macena, 21, que fez um cartaz informando anunciando o produto. "Essa caneta treme quando marca a questão errada", afirma aos candidatos que passam pelo local Beto Macário/UOL Mais

6.nov.2016 - Na Centro Educacional de Pesquisa Aplicada (Cepa), em Maceió, onde existem oito escolas com a realização do Enem neste domingo (6), as ruas estão repletas de panfletos jogados no chão pelos candidatos. Os anúncios são de universidades e faculdades privadas, que tentam chamar alunos para fazer vestibular Beto Macário/UOL Mais

6.nov.2016 - Uma faculdade particular de Maceió está chamando a atenção na entrada do Centro Educacional de Pesquisa Aplicada (Cepa), em Maceió. Além de entregar um kit com lanche para quem estiver inscrito no Enem, está sorteando um tablet e um celular para quem passa no local. O sorteio será realizado após a prova deste domingo (6) Beto Macário/UOL Mais

6.nov.2016 - Estudantes aguardam a abertura dos portões na Uninove da Barra Fuda para o Enem 2016. Na foto, as estudantes que foiram as primeiras a chegar, (esq p dir): Fernanda Cavalcante (17), Larissa Sthefani (17), Letícia Maiara (16), Juliana Sá (16) e Ana Karina Silva (21) Bruno Santos/UOL Mais

6.nov.2016 - Padre Jurandir dá a bênção a estudantes que chegam no campus da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), neste domingo (6), para o segundo dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016 Fernando da Hora/JC Imagem/Estadão Conteúdo Mais

6.nov.2016 - Daniel Peticor e Elisama Koppe, ambos de 21 anos e estudantes da Aliança Biblica Universitária Brasileira pelo segundo ano distribuem abraços grátis aos candidatos do Enem que chegam para fazer a prova na PUC de Curitiba, neste domingo (6) Lucas Pontes/UOL Mais

6.nov.2016 - Estudante corre para entrar na Universidade Potiguar em Natal (RN), antes do início do Enem, na tarde deste domingo (6) Frankie Marcone/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

6.nov.2016 - A pedido da filha, a dona de casa Elba Clarice da Silva está de plantão na porta da escola Princesa Isabel,em Maceió, neste domingo (6). A filha, Kauanny Almeida, 18, q presta Enem e tenta entrar para a faculdade de publicidade e propaganda. "Próximo ano eu vou prestar Enem também para entrar no mesmo curso que minha filha", conta a dona de casa, que diz ter começado e largado curso superior de psicologia Beto Macário/UOL Mais

6.nov.2016 - Alunos durante o segundo dia de provas do Enem na PUC-PR (Pontifícia Universidade Católica do Paraná) Lucas Pontes/UOL Mais

6.nov.2016 - Caroline Kristine, 15, presta ENEM pela primeira vez, pretende cursar Turismo. Veio acompanhada de sua mãe Claudinéia Cristine, 40 consultora e seu avô Ercílio Pereira Lima, 88 anos, aposentado Lucas Pontes/UOL Mais

6.nov.2016 - Cristiane Gomes, 40 e seu genro Davis Vieira, 23 prestam Enem pela segunda vez, neste domingo (6), na PUC de Curitiba. Ambos almejam, com o resultado da prova, conseguir o diploma do ensino médio ?atualmente, cursam educação de jovens e adultos, nova denominação do antigo supletivo Lucas Pontes/UOL Mais

6.nov.2016 - A professora de matemática Giceli Camargo, 45, presta o Enem há dez anos para testar seus conhecimentos e avaliar o ensino no Brasil Lucas Pontes/UOL Mais

6.nov.2016 - Enquanto a estudante Flávia dos Santos, 15, faz a prova do Enem neste domingo (6), na PUC de Curitiba, sua mãe, Durvalina Catarina dos Santos (ao centro), 53, e Núbia Stoco, 52, que também levou a filha para fazer a prova, fazem crochê e batem papo Lucas Pontes/UOL Mais

6.nov.2016 - Igor Maciel Lima disse ter sido eliminado da prova do Enem por ter levado um lápis para a sala onde fez provas, na PUC-MG, em Belo Horizonte, no bairro Coração Eucarístico, região noroeste da capital mineira. Ele alegou que não sabia da proibição. O candidato, que tem 17 anos, iria tentar o curso de direito Hugo Cordeiro/UOL Mais

6.nov.2016 - Movimentação de estudantes para a prova do Ensino Nacional do Ensino Médio (Enem) na Universidade Católica de Pernambuco na área central de Recife, PE, neste domingo (6) Marlon Costa/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

6.nov.2016 - Uma das primeiras candidatas a terminar a prova e deixar o prédio 50 da PUCRS, nesta tarde de domingo, Rafaela Liberato, 24, não teve maiores dificuldades com o exame. O que chamou a atenção da aspirante a uma vaga no curso de fisioterapia foi o tema da redação deste ano. "Não esperei que pudesse ser isso. Acreditava que seria algo relacionado com os últimos acontecimentos políticos do país." Entretanto, ela acredita que se saiu bem no texto Lucas Azevedo/UOL Mais

6.nov.2016 - As questões de matemática deste segundo dia de Enem foram as que mais surpreenderam os primeiros candidatos a deixaram a prova, há pouco, na Uninove --zona oeste de São Paulo. "Achei a prova de matemática muito complicada, apesar de os enunciados estarem claros", avaliou o estudante Gabriel Silva Gomes, 18. "Achei bem complexa a prova de matemática; já a redação achei que não tinha muito a ver com o Brasil", afirmou, referindo-se ao tema da intolerância religiosa Bruno Santos/UOL Mais

6.nov.2016 - O primeiro candidato a deixar a prova do Enem neste domingo (6) no campus da Uninove, na zona oeste de São Paulo, disse ter saído com tanta agilidade por uma razão bem particular: "Quero ver o jogo do Palmeiras", admitiu Alexandre de Paula, 23. Formado em psicologia, ele presta o Enem pela quarta vez, agora, para tentar uma vaga no curso de biologia. Sobre a redação, o jovem se disse pouco surpreso e até frustrado a respeito do tema: "Achei que faltou a tragédia de Mariana --era um tem que poderia ser mais abordado. Problemas sobre preconceito religioso até existem, mas no Brasil há questões mais importantes, a meu ver", avaliou Bruno Santos/UOL Mais

6.nov.2016 - A contadora Cleodirce Guilherme, 52, e a metalúrgica Daiana Prestes de Souza, 30, duas das primeiras pessoas a deixarem a PUC-PR neste domingo, acharam "muito fácil" o tema proposto para a redação no Enem --intolerância religiosa. "É um assunto que esteve muito na mídia", falou Cleodirce. Ambas também disseram não ter tido dificuldade para resolver o restante da prova. "Achei uma sopa", disse a contadora. Daiane só fez uma ressalva --"matemática estava difícil". Ela busca uma vaga num curso de psicologia ou engenharia --ainda não sabe ao certo. Cleodirce quer cursar direito; será sua segunda faculdade --acabou de terminar ciências contábeis via ensino à distância. Apesar de resolverem rapidamente a prova, ambas ficariam mais um tempo na PUC-PR: Cleodirce espera o filho, Bruno, 22, que presta Enem em busca de uma vaga em engenharia civil. Daiane aguarda a cunhada, Fernanda, 22, que busca concluir o ensino médio com a nota da prova Lucas Pontes/UOL Mais

6.nov.2016 - A candidata Marina Gusmão, 17, se surpreendeu com a prova. "Fui muito mal em matemática. Até porque não tinha estudado muito. Me preparei mais foi para a redação", afirma a estudante, que ainda não terminou o Ensino Médio. "A prova estava muito cansativa. Eu até teria que continuar mais tempo [fazendo o exame], mas dei uma improvisada e terminei cedo". Ainda indecisa, ela pensa em cursar direito, nutrição ou jornalismo. Marina conta que gostou do tema da redação, embora tenha achado complicado desenvolvê-lo Lucas Azevedo/UOL Mais

6.nov.2016 - Os estudantes Gabriel Guimarães, 17, e Giovanna Dezzani, 18, estão entre os primeiros candidatos que deixaram a PUC-Rio, na zona sul carioca, após a prova do Enem, neste domingo. Ao UOL, eles deram opiniões distintas quanto ao tema da redação: intolerância religiosa. Segundo Giovana, ela e as demais pessoas que estavam na sala se sentiram "aliviadas". "É um assunto que muita gente já vinha estudando. Deu pra sentir isso na turma que eu estava. Acho que foi um tema tranquilo", declarou ela, que propôs na redação "o fim do etnocentrismo" e "o estímulo para que as vítimas denunciem casos de intolerância". Já Gabriel disse ter ficado surpreso com a escolha do tema. Para ele, desenvolver o texto não foi uma tarefa fácil. "Achei que ia ser algo como sustentabilidade. Foi mais complexo do que eu esperava", declarou ele Marcos Pinto/UOL Mais

6.nov.2016 - Primeiro candidato a deixar o campus da PUC-MG, em Belo Horizonte, Eduardo Azevedo, 17, considerou "tranquilo" o segundo e último dia de provas do Enem. Ele afirmou que vai tentar as notas para ingressar no curso de direito. "Acredito que a prova de matemática foi tranquila. Não sou muito bom em português, mas consegui fazer toda a prova e desenvolvi bem o tema da redação", declarou. O jovem disse que as provas de hoje foram mais fáceis que as de ontem Hugo Cordeiro/UOL Mais

6.nov.2016 - A carioca Aléssia Gorrochotegui, 16, afirmou ter considerado o tema da redação do Enem "mais tranquilo" do que esperava. "Imaginei várias coisas. Crise hídrica, transformações urbanas... Dá para dizer que foi um tema mais tranquilo", comentou ela, que está no segundo ano do ensino médio e fez o exame apenas como um "teste". "Chutei muita coisa que eu não sabia. Mas valeu pela experiência. Ano que vem será para valer", afirmou a jovem, cuja meta é cursar relações internacionais Marcos Pinto/UOL Mais

6.nov.2016 - Os amigos Carlos Cota, 18, que busca uma vaga em direito e Ana Paula Vinci, 17, que quer cursar psicologia, saíram juntos da PUC-Rio Marcos Pinto/UOL Mais

6.nov.2016 - Giovanna Dezzani, 18, que quer cursar direito, foi uma das primeiras a terminar as provas na PUC-Rio Marcos Pinto/UOL Mais

6.nov.2016 - A estudante Kerollen Rosa, 18 anos, se surpreendeu com a parte de interpretação de textos. "Era um texto do TecMundo, falando de vírus pelas redes sociais. Me chamou a atenção", comenta. Esse é o terceiro Enem da candidata, que ainda não terminou o ensino médio. Estudante de um curso técnico de informática para a internet, ela deseja cursar direito ou letras em alguma instituição pública Lucas Azevedo/UOL Mais

6.nov.2016 - Mãe do pequeno Pedro, de apenas 23 dias de vida, Rafaela Cristina Veiga, 18, se afastou do bebê pela primeira vez por mais de algumas horas neste fim de semana para fazer as provas do Enem na PUC-PR, em Curitiba. Pedro ficou aos cuidados da sogra, a vendedora Damares Coutinho, 50, numa sala de um dos prédios do campus a que Rafaela teve acesso durante a prova para amamentar a criança por volta das 15h deste domingo. "Fiquei um pouco agoniada", disse Rafaela. "Ele foi o aluno mais comportado do dia", falou a avó. O pai de Pedro, Gabriel Marques de Araújo, 18, também prestou Enem na PUC-PR. Ele e Rafaela buscam o diploma do ensino médio pelo Enem. "Estava difícil. A redação foi sobre um tema que não conheço muito. O resto foi mais fácil", afirmou ela. "Foi mediano [meu desempenho]. Mas vamos ver", projetou Gabriel Lucas Pontes/UOL Mais

6.nov.2016 - A prova de linguagens teve questão de interpretação de texto de entrevista em que a paratleta Terezinha Guilermina falava das dificuldades que teve ao longo da carreira, disse o marinheiro Fábio Santos, 46, que fez o Enem pela primeira vez na vida "por curiosidade". "É uma prova exigente", falou ele, que é de Santos e vive em Curitiba há cinco meses por conta do filho, aprovado em vestibular na capital paranaense Lucas Pontes/UOL Mais

3.dez.2016 - Candidatos começam a chegar à PUC (Pontifícia Universidade Católica) de Minas Gerais, no bairro Coração Eucarístico, em Belo Horizonte. Quase 8.000 inscritos no Enem fazem prova no local Rayder Bragon/Colaboração para o UOL Mais

3.dez.2016 - Chegada de inscritos em local de prova no centro de Curitiba. No Paraná, 43.617 candidatos farão esta segunda edição do Enem 2016 devido às ocupações em locais de prova Rafael Moro/UOL Mais

3.dez.2016 - Portões fecham pontualmente às 13h em Curitiba. Provas do Enem neste sábado são de Ciências Humanas e Ciências da Natureza, com 4 horas e 30 minutos de duração Rafael Moro/UOL Mais

3.dez.2016 - Candidatos correm para entrar antes do fechamento dos portões na PUC (Pontifícia Universidade Católica) de Minas Gerais. Um deles comemorou a entrada com uma pirueta e mandou beijos para os "secadores" que esperavam os retardatários Rayder Bragon/Colaboração para o UOL Mais

3.dez.2016 - A estudante Samirah Bitterman, 16, com o pai, Eliezer. Ela reclamou da alteração de data do Enem. "Vou trabalhar na Ilha do Mel (litoral do Paraná) no quiosque de praia de um tio. Já deveria ter ido no final de novembro" Rafael Moro/UOL Mais

3.dez.2016 - Candidatos correm para entrar antes do fechamento dos portões na PUC (Pontifícia Universidade Católica) de Minas Gerais. Provas do Enem neste sábado têm 90 questões de Ciências Humanas e Ciências da Natureza Rayder Bragon/Colaboração para o UOL Mais

3.dez.2016 - Gabriela Marques, 16, disse ter sido excluída do exame por ter portado lápis na hora da prova, que é de fato proibido. A jovem disse que estava fazendo o Enem como treineira. Ela afirmou ter lido o edital, mas disse que não viu essa proibição Rayder Bragon/Colaboração para o UOL Mais

3.dez.2016 - Candidatos começam a sair da PUC-MG, em Belo Horizonte. Os inscritos são autorizados a deixar os locais de prova duas horas após o início do exame Rayder Bragon/Colaboração para o UOL Mais

3.dez.2016 - Alisson Tiago, 21, foi o primeiro candidato a sair da PUC-MG, em Belo Horizonte. Ele achou as provas deste sábado fáceis e não se recordou de nenhuma questão que tenha chamado a sua atenção por ter sido inusitada ou diferente Rayder Bragon/Colaboração para o UOL Mais

3.dez.2016 - Lucas Faccio, 17, foi o primeiro candidato a sair da faculdade Bagozzi, zona sul de Curitiba. Ele é aluno do Colégio Estadual do Paraná, maior do estado e ícone das ocupações, e achou a prova fácil Rafael Moro/UOL Mais

4.dez.2016 - Candidatos aguardam para entrar em local de prova do Enem, no centro de Curitiba. Neste domingo, acontecem as provas de linguagens, matemática e redação Rafael Moro/UOL Mais

4.dez.2016 - Inscritos chegam à portaria principal da PUC-MG, no bairro Coração Eucarístico, região noroeste de Belo Horizonte Rayder Bragon/Colaboração para o UOL Mais

4.dez.2016 - A taxista Karina Ribeiro, 27, esqueceu pelo segundo dia consecutivo de trazer uma caneta preta para a prova do Enem, em Curitiba. Ontem, conseguiu uma emprestada. Hoje, comprou em frente ao local do exame, no Centro --a R$5, mesmo preço da garrafa de 500ml de água mineral. "Se soubesse, tinha vindo vender", falou, rindo Rafael Moro/UOL Mais

4.dez.2016 - Hugo Felipe, 25, fez uma cirurgia no joelho na quinta-feira passada. Ele é um dos candidatos que vão participar do segundo dia do Enem na PUC-MG, no bairro Coração Eucarístico, região noroeste de Belo Horizonte. Ele afirmou que foi difícil chegar à sala onde fez as provas ontem Rayder Bragon/Colaboração para o UOL Mais

4.dez.2016 - Uma turma distribuiu abraços grátis, orações, barrinhas de cereal e canetas a candidatos que vão fazer o Enem na PUC-MG, no bairro Coração Eucarístico, região noroeste de Belo Horizonte Rayder Bragon/Colaboração para o UOL Mais

4.dez.2016 - Hugo Sumida, 17, disse que não viu o gabarito do primeiro dia de provas do Enem para não se "desestimular" e apostava que a prova de redação cobraria uma análise sobre "a questão racial no Brasil" Rafael Moro/UOL Mais

4.dez.2016 - Guilherme Gabriel, 18, disse ter sido eliminado por ter sido flagrado com fone de ouvidos --objeto que é de fato proibido-- no bolso. Ele fazia a prova na PUC-MG, no bairro Coração Eucarístico, região noroeste de Belo Horizonte. Segundo ele, ao pedir para ir ao banheiro, um fiscal portando detector de metais descobriu o objeto Rayder Bragon/Colaboração para o UOL Mais

Evelyn Rauen, 22, aluna de música, fez Enem em busca de bolsa de estudos para faculdade de gestão de processos gerenciais. Ela quer abrir um café com o marido e criticou o ensino médio público, que cursou. "Não prepara em nada para o Enem. Nada que caiu na prova de exatas eu sabia" Rafael Moro/UOL Mais

Enem 2016: veja fotos do exame pelo Brasil

Mais álbuns de UOL Educação x

Últimos álbuns de Educação

UOL Cursos Online

Todos os cursos