UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Banco de redações

Tema atual

Maconha: manter proibição, legalizar, descriminalizar?

Há pelo menos dez anos, a ideia de combater o uso de drogas exclusivamente com a repressão penal e policial vem sendo questionada. Em especial, no que se refere à maconha, considerada por alguns uma "droga leve", embora esse conceito seja polêmico e não encontre respaldo científico. Para alguns, a maconha deveria ser descriminalizada, para que seus usuários sejam tratados no âmbito da saúde pública e não no policial. Outros vão além e falam em legalização, a qual seria uma solução para o tráfico e a violência que dele deriva. Muitos insistem na proibição, pois ser brando ou condescendente em relação à maconha não resolveria a questão do tráfico de outras drogas e abriria o caminho para elas. Como você se coloca diante dessa questão? Leia a seguir a opinião de políticos e profissionais de saúde sobre o tema, faça suas reflexões sobre elas e desenvolva uma dissertação argumentativa expondo qual é, no seu ponto de vista, a solução para este problema social.

Leia a proposta completa
Envie sua redação para bancoderedacoes@uol.com.br

Tema de junho de 2014 Índice de Temas

Automedicação: por que a prática é tão comum entre os jovens?

Uma pesquisa do ICTQ (Instituto de Ciência Tecnologia e Qualidade), feita em 12 capitais do país, mostrou que a automedicação é praticada por 76,4% dos brasileiros, a maioria dos quais (90,1%) jovens entre 16 e 24 anos. Além disso a pesquisa apontou ainda que quase um terço (32%) dos brasileiros que se automedicam costuma aumentar a dose do remédio por conta própria, sem orientação do médico ou do farmacêutico. Leia trechos de dois artigos sobre o tema e, considerando as posições neles apresentadas, redija uma dissertação, expondo sua posição sobre o assunto: você costuma se automedicar? Sim ou não e por quê? Com qual dos dois textos você tende a concordar? A partir de suas considerações pessoais, é possível explicar por que a automedicação é tão comum entre os jovens?

Íntegra da proposta
Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Compartilhe:

    Receba notícias

    Shopping UOL

    Hospedagem: UOL Host