Fundador e primeiro rei da Arábia Saudita.

Abdul al-Aziz Ibn Saud

24 de novembro de 1880, Riad<br> 9 de novembro de 1953, At Taif​





Autor Da Página 3 Pedagogia & Comunicação




  • [creditofoto]

    Ibn Saud foi o fundador e o primeiro rei da Arábia Saudita

    Ibn Saud foi o fundador e o primeiro rei da Arábia Saudita

Mais conhecido como Ibn Saud foi o fundador e o primeiro rei da Arábia Saudita. Descendia de uma família da cidade de Riad, na região do Nejd, que liderava o movimento islâmico vaabita, de caráter ultra-ortodoxo, contrário a todas as alterações à doutrina do Islã ocorridas a partir do ano de 950 d.C.

Na infância e juventude, viveu exilado com a família no Iraque. Em 1902, com um pequeno grupo de familiares e partidários, reconquistou Riad, dando início à retomada do Nedj, que completou até 1912.

Durante a Primeira Guerra Mundial, os britânicos fizeram esforços para obter sua simpatia, mas ao mesmo tempo favoreciam seu rival Husain Ibn Ali, que governava a região de Hejaz, onde ficam as duas principais cidades sagradas islâmicas, Medina e Meca.

Ibn Ali lutou enfrentou os turcos do Império otomano, inimigos da Inglaterra, e venceu-os, proclamando-se rei de Hejaz. No entanto, por perder o apoio inglês, acabou sendo derrotado por Ibn Saud em 1925 que unificou as regiões e, após consolidar seu poder sobre elas, mudou o nome do reino para Arábia Saudita.

Sob seu reinado, as tribos nômades da região foram forçadas a adotar um regime sedentário e a abandonar seu tradicional estilo de vida, que incluía vinganças, rixas e guerras tribais. Do mesmo modo, garantiu-se a segurança das peregrinações religiosas a Meca e Medina.

A partir de 1936, Ibn Saud abriu concessões para a exploração do petróleo a grandes companhias dos Estados Unidos. Com os recursos financeiros advindos de uma das maiores reservas petrolíferas do mundo, o rei promoveu a modernização do país, embora a maior parte das riquezas tenha se concentrado nas mãos da família real.

Apesar de favorecer os aliados contra os nazistas, a Arábia Saudita conseguiu manter-se neutra durante a Segunda Guerra Mundial. Do mesmo modo, teve pequena participação no conflito árabe-israelense deflagrado após a fundação do Estado de Israel, em 1948.

Ibn Saud foi pai de 50 filhos, dos quais cinco o sucederam no trono da Arábia Saudita: Saud (1953-1964), Faiçal (1964-1975), Khalid (1975-1982), Fahd (1982-2005) e Abdulah (desde 2005 até 2008).
 

Fonte: Enciclopédia Britânica

UOL Cursos Online

Todos os cursos