PUBLICIDADE
Topo

Antonio Damásio Neurocientista português

25/2/1944, Lisboa, Portugal

Da Página 3 - Pedagogia & comunicação

31/07/2005 12h33

O que é consciência? Como o cérebro processa a memória, a linguagem, a emoção e as nossas próprias decisões? Antonio Damásio ficou conhecido como o cientista que trouxe essas questões para o dia-a-dia, explorando os enigmas científicos numa linguagem acessível e criativa, em livros como "O Erro de Descartes" e "O Mistério da Consciência".

Antonio Damásio estudou medicina na Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, graduando-se em 1969. Cursou residência em neurologia no Hospital Universitário e, em 1974, doutorou-se também pela mesma Universidade.

Mudou-se, então, para os Estados Unidos como pesquisador do Centro de Pesquisas da Afasia de Boston. Atuou como clínico no tratamento dos transtornos do comportamento e da cognição. Como teórico começou a interessar-se por neurobiologia da mente, estudando em especial os sistemas neurais relacionados à consciência.

Atualmente Antonio Damásio integra o Departamento de Neurologia da Universidade de Iowa, onde é pesquisador. Como escritor de livros de ciência, Damásio trata da relação entre emoções e sentimentos, e de suas bases cerebrais. Em 1994 publicou seu primeiro livro, "O Erro de Descartes", recebido com entusiasmo.

Em 2001 publicou seu segundo livro, "O Mistério da Consciência", outro grande sucesso de público. Sua obra mais recente, "Em Busca de Espinosa" (2003), trata das relações entre a filosofia e a neurobiologia, explorando as questões que envolvem o comportamento humano e a ética.

Casado com a cientista Hanna Damásio, que também é co-autora de várias de suas obras, Damásio é membro da Academia Americana de Artes e Ciências e de diversas instituições científicas americanas e européias. Também faz parte do conselho editorial de dezenas de revistas de ciências, como "Learning and Memory", "European Neurology" e "Brain and Cognition". Por sua atuação no campo das ciências cognitivas, recebeu diversos prêmios.