PUBLICIDADE
Topo

Bernardo Caro Artista plástico brasileiro

05/12/1931, Itatiba (SP)

16/09/2007, Campinas (SP)

Da Página 3 Pedagogia e Comunicação

21/09/2007 08h44

Bernardo Caro nasceu em Itatiba, no Estado de São Paulo. Filho de imigrantes andaluzes, a arte de Caro era um ponto de união entre a tradição da pintura espanhola e a temática brasileira. Foi possivelmente o pintor brasileiro mais marcadamente espanhol.

Por isso, aliás, a cidade de Villanueva del Trabuco, onde nasceram seus pais, prestou uma homenagem ao artista, em 1997, dando seu nome a uma das ruas da localidade. A homenagem foi retribuída com um monumento construído pelo artista na praça principal da cidade.

Caro foi professor secundário de artes. Lecionou em cidades do interior paulista como Uchoa, Tanabi, Amparo, Valinhos e Campinas. Em 1964 se incorporou ao Grupo Vanguarda de Campinas, participando de diversos salões de arte e exposições.

Em 1972, ligou-se à Pontifícia Universidade Católica de Campinas, de cujo Departamento de Artes Plásticas foi chefe, entre 1979 e 1982. No ano seguinte ingressou no corpo docente do Instituto de Artes da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Foi seu diretor de 1987 a 1990.

Participou de várias edições da Bienal de Arte Moderna de São Paulo. Realizou também exposições na Itália, Espanha, Japão e em países da América Latina, além de possuir obras em acervos de Londres, Washington, Paris, Madri, Granada, Stuttgart e Estocolmo. Recebeu cerca de 30 prêmios.

Em setembro de 1996 assumiu a função de vice-cônsul da Espanha em Campinas.

Por iniciativa do educador e escritor Julio García Morejon, foi inaugurado em 2001 o Museu Bernardo Caro, em São Paulo. Ali se expõe, em caráter permanente, algumas das mais importantes obras do artista.

Bernardo Caro não resistiu ao pós-operatório, após uma cirurgia para implante de válvula cardíaca.

Conheça a obra de Bernardo Caro.