PUBLICIDADE
Topo

Bernhard Bolzano Filósofo, lógico e matemático austríaco

5 de outubro de 1781, Praga (Boêmia

Império Austro-Húngaro, atual República Checa)

Da Página 3 Pedagogia & Comunicação

03/06/2009 19h03

Bernhard Bolzano foi nomeado, pouco depois de ordenado sacerdote, professor de filosofia da religião na Universidade de Praga. Exerceu o magistério durante quinze anos, sendo então forçado a renunciar à cátedra, em 1820, acusado de tendências racionalistas.

Firmemente persuadido de que, para se aprofundar em filosofia, deveria conhecer matemática, Bolzano dedicou-se desde cedo ao estudo dessa ciência. E foi graças à orientação que imprimiu a esses estudos que se projetou no campo da lógica, formulando algumas teorias originais.

Convencido da verdade das doutrinas cristãs, procurou orientar o pensamento para uma nova filosofia, a qual se opunha ao idealismo de Kant e, de certo modo, revelava uma tendência autocrítica que o conduziu ao logicismo.
 

Um dos maiores lógicos do século19

Sua conceituação de que as ideias subsistem independentemente dos seres pensantes e a distinção que estabeleceu entre o ato psíquico e a significação objetivada nesse ato exerceram poderosa influência na fenomenologia de Husserl.

Bolzano é considerado, junto com Charles S. Peirce e Gottlob Frege, um dos três maiores lógicos do século 19. Sua metafísica deriva, em parte, do pensamento de Leibniz, bem como suas concepções sobre o infinito.

Das contradições que ele mesmo estabeleceu entre classes finitas e infinitas resultaram as notáveis proposições sobre os conceitos primários básicos do infinito. Nesse sentido, Bolzano é um precursor da teoria dos conjuntos de Cantor.

Bolzano estabeleceu a forma de distinguir classes finitas e infinitas em sua obra Paradoxos do infinito, publicada postumamente.

Devemos também a Bolzano importantes estudos sobre as funções contínuas não deriváveis, além de trabalhos pioneiros sobre a convergência de séries.

O nome de Bolzano foi associado ao do matemático alemão Karl Weierstrass na designação do famoso "Teorema Bolzano- Weierstrass": "Em todo conjunto infinito e limitado de números reais existe pelo menos um ponto de acumulação".
 

Enciclopédia Mirador Internacional