PUBLICIDADE
Topo

Chacrinha Comunicador brasileiro

20-1-1916, Surubim (PE)

30-7-1988, São Paulo (SP)

Do Klick Educação

17/08/2015 20h58

José Abelardo Barbosa de Medeiros, ou simplesmente Chacrinha, foi um dos apresentadores mais renomados da televisão brasileira, responsável pela popularização do veículo como meio de comunicação de massa. Nordestino, começou sua carreira no rádio em 1939. Em 1956, levado à televisão, o "Velho Guerreiro", como também era conhecido, ou o "Palhaço do Povo", como ele mesmo se definia, criou um inovador e irreverente programa de calouros, que se tornou popular no país inteiro e projetou grandes nomes da Música Popular Brasileira (MPB). Autor de inesquecíveis frases, como: "Quem não se comunica se trumbica" e "Eu vim para confundir, não para explicar"; e das perguntas: "Vocês querem bacalhau?" e "Vai para o trono ou não vai?", misturava em seu trabalho descontração e alegria, ironia e irreverência. Passou pela TV Tupi, Rio e Bandeirantes, com os programas Discoteca do Chacrinha, Buzina do Chacrinha e Cassino do Chacrinha, sempre acompanhado das famosas chacretes. Na Rede Globo, com A Hora da Buzina, graças à sua capacidade de improvisação e de entretenimento, era líder de audiência nas tardes de domingo. Vestido de forma bizarra, com uma buzina pendurada ao pescoço, que utilizava quando o calouro cometia algum deslize, e em meio a uma sonoplastia de sons de animais e panelas, atirava bacalhau à platéia e oferecia abacaxi como prêmio ao cantor que se revelasse talentoso. Em 1987, foi homenageado pela Escola de Samba Império Serrano, com o tema Com a Boca no Mundo, Quem Não se Comunica se Trumbica.