Topo

Biografias


Daniel Ortega Saavedra Chefe de Estado da Nicarágua de 1979 a 1990

11-11-1945, La Libertad

Do Klick Educação

17/08/2015 20h58

A partir de 1962, Ortega foi membro da Frente Sandinista de Libertação Nacional (FSLN). Em 1965, entrou para a direção deste movimento e sua participação na organização das operações de guerrilha contra o regime de Anastasio Somoza Debayle foi determinante. Na Junta do Governo de Reconstrução Nacional, assumiu os cargos de coordenador, de chefe do Governo e de ministro da Defesa. Em 1984, foi eleito presidente da República numa eleição polêmica. No ano seguinte, foi também nomeado presidente da FSLN. Procurou modernizar as infra-estruturas do país com suas idéias socialistas de modelo cubano, assim como aumentar o nível socioeconômico e cultural de seu povo. Mas o sucesso foi limitado, devido ao boicote econômico decretado pelos Estados Unidos e pela oposição anti-sandinista. O país ficou à beira da asfixia econômica. A gravidade da situação levou ao endurecimento da política dos sandinistas no governo. Nas eleições gerais, que se realizaram depois da aprovação do plano de paz do presidente da Costa Rica, Óscar Arias Sánchez, Ortega foi derrotado por Violeta Barrios de Chamorro. Depois da mudança política, passou naturalmente a liderar a oposição. Suas idéias políticas ortodoxas, porém, valeram-lhe o abandono por muitos de seus colaboradores. Nas eleições presidenciais de 1996, foi de novo derrotado, agora pelo candidato da direita conservadora, Avnoldo Alemán Lacayo.