PUBLICIDADE
Topo

Georgios Papandreu Primeiro-ministro grego de 1944 a 1945, em 1963 e de 1964 a 1965

13-2-1888, Kalentzi (próximo de Patras)

1-11-1968, Kastri (próximo de Atenas)

Do Klick Educação

17/08/2015 20h58

Político progressista, foi seguidor de Eleutherios Venizelos e uma das personalidades mais destacadas da vida política da Grécia no século XX. Entre 1923 e 1933, foi ministro em vários governos e, neste último ano, fundou o Partido Democrático, que, em 1935, mudou o nome para Partido Democrático-Social. Em 1938, foi desterrado por se opor à ditadura de Ioannis Metaxas. Lutou nas fileiras da Resistência durante a Segunda Guerra Mundial e, em 1942, esteve preso na Itália, embora conseguisse evadir-se dois anos depois. Presidiu, no Cairo, ao governo grego no exílio e, depois da libertação de seu país, foi designado primeiro-ministro, assumindo várias pastas ministeriais até 1952 (dos Negócios Estrangeiros e da Defesa). Em 1961, fundou a União do Centro, que obteve a vitória eleitoral em 1963, o que o tornou mais uma vez chefe do Governo. No princípio de 1964, convocou novas eleições, para não depender do apoio dos comunistas, e seu êxito permitiu-lhe governar com maioria absoluta. Devido ao conflito desencadeado por sua intenção de assumir o controle das Forças Armadas, foi destituído pelo rei Constantino II. A perspectiva de presidir, mais uma vez, o novo governo levou uma parte do Exército a desencadear, em 1967, um golpe militar, dirigido por Georgios Papadopoulos, depois do qual Papandreu foi mantido em prisão domiciliar até a morte.