Topo

Biografias


Igor Fiodorovich Stravinski Compositor e maestro norte-americano, de origem russa

17-6-1882, Oranienbaum (atual Lomonosov)

6-4-1971, Nova York

Do Klick Educação

17/08/2015 20h58

A obra de Stravinski, tão polifacetada quanto pessoal, tornou o um dos compositores mais frutíferos do século 20. Seus primeiros trabalhos caracterizaram se pelas adaptações criativas de estilos musicais procedentes do exterior, sempre dotadas de uma linguagem tonal anti-romântica, e pelo desenvolvimento do acervo folclórico de seu país, que desembocou finalmente numa tendência para o serialismo. Sua obra está também impregnada do colorido da música russa e no seu ponto de equilíbrio encontram-se as lendárias obras para balé, como O Pássaro de Fogo (1910), Petrushka (1911) ou A Sagração da Primavera (1913), suscitando todas elas tantos elogios como críticas. A sua obra História de um Soldado (1918), concebida para três atores, uma bailarina e pequena orquestra, foi composta por Stravinski na sua estada na Suíça durante a Primeira Guerra Mundial e remete, pela primeira vez, para o mundo do jazz. Les Noces (1923), composta para quatro violinos e percussão, faria sentir a sua influência no próprio Carl Orff. A fase classicista inicia-se com o balé Pulcinella (1920), culmina na oratória cênica Édipo Rei (1927) e na Symphony of Psalms (1930) e finda, em 1951, com a ópera The Rake's Progress. Sua última fase, que se inicia com a Cantata (1952), marca o início de uma série de composições seriais como o Canticum sacrum (1955) ou He Flood (1962). Estas últimas composições representam uma ruptura com a obra anterior, em busca de uma técnica orientada para a racionalidade. Adquirida a nacionalidade norte-americana em 1945, Stravinski efetuou numerosas apresentações como pianista e maestro, especialmente de suas obras.