Topo

Biografias


Indira Gandhi Primeira-ministra da Índia de 1966 a 1980 e de 1980 a 1984

19-11-1917, Allahabad

31-10-1984, Nova Délhi

Do Klick Educação

17/08/2015 20h58

Filha de Jawaharlal Nehru, Indira (sem qualquer parentesco com Mahatma Gandhi) iniciou a carreira política como Dcolaboradora de seu pai e foi ministra da Informação no gabinete de Lal Bahadur Shastri de 1964 a 1966, sucedendo-lhe em 1966 na chefia do Partido do Congresso e como primeira-ministra. As graves divergências com os conservadores, por sua política de socialismo estatal, dividiram o Partido do Progresso em 1969. Nacionalizou os bancos e em 1971 assinou um tratado de amizade com a União Soviética. No conflito com o Paquistão (Zulfikar Ali-Khan Bhutto), Indira Gandhi prestou apoio militar ao movimento de secessão do Leste do país, liderado por Mujibur Rahman, que se tornou independente em 1971 com o nome de Bangladesh. Na política interna combateu com grande rigor os problemas econômicos e sociais provocados pela explosão demográfica e pela corrupção; uma das medidas empreendidas foi a esterilização maciça obrigatória. Em 1975, condenada por fraude eleitoral, Indira Gandhi decretou o estado de sítio, governou de forma quase ditatorial, promoveu o culto da personalidade e nomeou seu filho Sanjay Gandhi como sucessor. Com a derrota nas eleições de 1977, dividiu novamente o Partido do Congresso e à frente do novo partido obteve em 1980 uma esmagadora vitória nas urnas. Durante seu último mandato agravaram-se os conflitos internos e os confrontos violentas entre os diversos grupos étnicos e religiosos. Na seqüência do assalto ao Templo Dourado dos sikhs, em Amristar, por tropas governamentais, foi assassinada por elementos sikhs da sua própria guarda pessoal. Sucedeu-lhe seu filho Rajiv Gandhi, que preparara para o cargo após o acidente fatal sofrido por Sanjay.