PUBLICIDADE
Topo

Knut Hamsun Escritor norueguês

4-8-1859, Lom, Oppland

19-2-1952, Norholm (arredores de Grimstad)

Do Klick Educação

17/08/2015 20h58

Seu verdadeiro nome era Knut Pedersen. Hamsun, que recebeu o prêmio Nobel de Literatura de 1920, é o escritor norueguês romântico e rebelde por excelência. Marcado pelas difíceis condições de vida no norte do seu país, Hamsun, que adotou o seu nome artístico em honra de Hamsund, localidade onde passou a sua juventude, fez uma crítica radical da civilização moderna, defendendo o regresso do homem às suas origens e ao contato com a natureza. A vida do ser humano entre dois pólos opostos, a natureza e a civilização, constitui o tema principal da sua obra, definida por ele próprio como romance psicológico, em que descreve a vida espiritual e afetiva das suas personagens. Para isso utiliza modernas formas narrativas, como o monólogo interior ou a visão retrospectiva, que permitem a análise das emoções mais profundas. O seu primeiro romance, Fome (1890), apresenta aspectos autobiográficos, e em Pão (1894) e Vitória (1898) descreve o amor como a experiência mais elementar da Natureza. Nas suas obras posteriores, a tendência para a crítica social equipara-se ao realismo psicológico, como em Vagabundos (1927) e August Weltumsegler (1930). Da sua produção literária cabe destacar o romance Markens Grøde (1917). Durante a ocupação alemã na Segunda Guerra Mundial, apoiou o governo colaboracionista de Quisling e, em 1945, foi condenado a pagar uma grande multa. O escritor justificou sua atitude em 1949, na obra autobiográfica Por Caminhos Vigiados.