PUBLICIDADE
Topo

Leon Trotski Revolucionário russo

7-11-1879, Yakovka, Ucrânia

21-8-1940, Cidade do México

Do Klick Educação

17/08/2015 20h58

Seu verdadeiro nome era Lev Davidovich Bronstein. Procedente de uma família de camponeses judeus ucranianos, Trotski foi, juntamente com Lenin, o líder da Revolução de outubro de 1917. Quando estudante, juntou-se ao movimento social-democrata, sendo deportado para a Sibéria em 1898. Após a sua fuga para a Suíça, onde conheceu Lenin, foi redator do diário Iskra. Contrário à concepção do partido sustentada por Lenin, após a ruptura da social-democracia russa em 1903 uniu-se à ala menchevique de Julius Martiov. Durante a Revolução Russa de 1905, foi o presidente do soviete de São Petersburgo. Banido de novo para a Sibéria, fugiu para o exílio, em Viena, em Paris e nos EUA. Depois da revolução de fevereiro de 1917, uniu-se aos bolcheviques, voltou a assumir o cargo de presidente do soviete de São Petersburgo e organizou a insurreição que pôs fim ao governo de Alexander Kerensky a 7 de novembro de 1917. Comissário do povo para as Relações Exteriores em 1917-1918, tentou, como chefe da delegação soviética em Brest Litovsk, adiar a assinatura da paz ("nem guerra nem paz"), evitando assim as duras condições impostas pela Alemanha. Como comissário do povo para as questões militares (1918-1925) criou o Exército Vermelho, conduzindo-o à vitória na guerra civil contra os "brancos" contra-revolucionários e opondo-se à intervenção dos aliados ocidentais (1918-1922). Em 1921, esmagou a insurreição dos marinheiros em Kronstadt, descontentes com o comunismo de guerra e partidários da autogestão socialista. Após a morte de Lenin, em 1924, Trotski saiu derrotado na luta pelo poder que o opunha a Josep V. Stalin, cuja concepção do "socialismo num só país" contrastava fortemente com a defesa da "revolução permanente" proposta por Trotski. A partir de 1925, foi perdendo todos os seus cargos estatais e no partido, sendo excluído das suas fileiras em 1927. Em 1928, foi deportado para o Casaquistão e, um ano depois, expulso da União Soviética. O exílio decorreu na Turquia, na França, na Noruega e no México, onde desenvolveu a sua teoria política (trotskismo) em numerosos escritos. Em 1938, fundou a Quarta Internacional. Foi assassinado por um agente da polícia secreta soviética.