PUBLICIDADE
Topo

São Judas Tadeu Apóstolo cristão

Datas de nascimento e morte incertas.

Da Página 3 Pedagogia & Comunicação

26/10/2010 07h38

São Judas Tadeu nasceu na região da Galileia. Era filho de Alfeu e de Maria Cléofas, parentes de Jesus. Seu pai era irmão de São José e sua mãe, prima-irmã de Maria. Portanto, Judas Tadeu era primo-irmão de Jesus e o seu irmão Tiago, chamado "o Menor" tornou-se discípulo como ele.

A Bíblia cita pouco Judas Tadeu, mas, no Evangelho de Mateus, relata-se que ele foi escolhido por Jesus como apóstolo, e, no de João, narra-se que, durante a última ceia, Judas Tadeu perguntou a Jesus: "Mestre, por que razão hás de manifestar-te só a nós e não ao mundo?" Jesus respondeu-lhe que a verdadeira manifestação de Deus está reservada para aqueles que o amam e guardam a sua palavra.

O Novo Testamento contém uma pequena Carta de São Judas, que adverte contra os falsos mestres e propõe os pontos fundamentais de uma vida cristã.

Após ter recebido o dom do Espírito Santo, Judas Tadeu iniciou sua pregação na Galiléia e em outras regiões da Palestina. Por volta do ano 50 fez parte do primeiro Concílio de Jerusalém. Evangelizou na Mesopotâmia, Síria, Armênia e Pérsia, onde juntou-se ao apóstolo Simão. Converteu muitos pagãos, o que provocou o ódio dos sacerdotes da Pérsia, onde teria sido morto a golpes de lanças e machados.

São Judas é representado com um livro, que simboliza a pregação e a machadinha, com a qual foi morto. Seus restos mortais, após terem sido guardados no Oriente Médio e na França, foram transferidos para a Basílica de São Pedro, no Vaticano.

São Judas Tadeu é considerado o santo das causas perdidas ou impossíveis.

Comemoração: 28 de outubro