PUBLICIDADE
Topo

Yitzhak Shamir Primeiro-ministro de Israel de 1983 a 1984 e de 1986 a 1992

15-10-1915, Ruzinoy, Polônia

Do Klick Educação

17/08/2015 20h58

Seu verdadeiro nome é Yitzhak Jagernicki. Após sua emigração para a Palestina em 1935, Shamir começou a militar em 1937 nas organizações armadas sionistas, primeiro na Irgun Zvai Leumi, e posteriormente na Lechi, sempre contra o domínio britânico da Palestina e contra os árabes. Entre 1955 e 1965, dirigiu o Mossad, serviço secreto israelita. Em 1970, filiou-se ao Partido Conservador ("Herut") de Menahem Begin, que defendia a formação de um grande Estado de Israel. Ministro dos Negócios Estrangeiros entre 1980 e 1983, substituiu Begin como primeiro-ministro de uma coligação de direita, em 1983. Depois de realizadas novas eleições, formou uma ampla coligação com o Partido Trabalhista de Shimon Peres e estabeleceu-se uma rotação no cargo de primeiro-ministro. Em 1984, ocupou a pasta dos Negócios Estrangeiros antes de ascender de novo, dois anos mais tarde, ao cargo de primeiro-ministro. Depois da ruptura da coligação, em 1990, aliou-se com diversos partidos conservadores, retirando-se, porém, depois de perder as eleições de 1992, vencidas por Itzhak Rabin. Sua posição radicalmente antipalestina e sua política de instaurar colonatos judaicos nos territórios ocupados provocaram um recrudescimento da resistência palestina (Intifada, entre 1987 e 1992-1993). Como conseqüência, produziu-se uma polarização das forças políticas de Israel entre "pombas" e "falcões". A pressão internacional sobre Israel, exercida sobretudo pelos Estados Unidos, aumentou com a Guerra do Golfo, até que Shamir se viu forçado a aceitar a realização de uma Conferência de Paz para o Oriente Médio em 1991.