Topo

Educação

Pesquisa escolar


31 de dezembro - No dia de São Silvestre ocorre importante corrida internacional em SP

Heidi Strecker* - Especial para a Página 3 Pedagogia & Comunicação

O dia 31 de dezembro é especial e muito interessante. Além de ser o último dia do ano - cheio de expectativas pelo período que começa -, é quando se faz uma homenagem a São Silvestre ou São Silvestre 1º - santo católico que se tornou papa em 314 d.C.

Ele nasceu em Roma. Naquela época, os cristãos não tinham liberdade para professar sua religião publicamente. Com a ajuda de São Silvestre, o imperador Constantino decidiu conceder liberdade de culto para os cristãos, até que ele próprio tornou-se cristão.

São Silvestre ajudou também a criar as bases do pensamento e da doutrina da Igreja Católica. Enquanto ele era papa, foi realizado o famoso Concílio de Niceia - reunião em que os católicos reafirmaram a divindade de Jesus Cristo.

Foi também o papa Silvestre quem auxiliou na construção das primeiras basílicas, para que o povo cristão pudesse se reunir, como a Basílica de São Pedro, construída na colina do Vaticano.

São Silvestre 1º foi papa durante mais de vinte anos, até morrer no dia 31 de dezembro de 335 d.C. Também em um dia 31 de dezembro, o papa Silvestre 1º foi canonizado.

Corrida de São Silvestre

A famosa corrida internacional do dia 31 de dezembro, na cidade de São Paulo, recebeu o nome de São Silvestre em homenagem ao antigo papa.

A iniciativa deve-se ao jornalista Cásper Líbero, que idealizou o evento. A primeira prova de São Silvestre foi realizada em 1925, em São Paulo. Apenas 48 pessoas participaram. A corrida ficou tão famosa que, em 2004, mais de 15 mil pessoas se inscreveram.

Em 1928, Cásper Líbero fundou o jornal "A Gazeta Esportiva", que até hoje é o patrocinador oficial do evento. Nas primeiras provas, os corredores atravessavam o ano correndo e chegavam na linha de chegada já no ano seguinte, pois a corrida era noturna e terminava poucos minutos depois da meia-noite do dia 31. Depois, a prova começou a obedecer à regulamentação da Federação Internacional de Atletismo, passando a começar às 15h (mulheres) e às 17h (homens). A distância também se tornou fixa, com 15 km.

Em 1953, a corrida passou a fazer parte do calendário internacional, tornando-se uma das provas mais importantes do mundo. Todo grande corredor de longa distância já participou da São Silvestre.

*Heidi Strecker é filósofa e educadora.

Mais Pesquisa escolar