Artes

Abstracionismo: Rompendo com a arte acadêmica

Valéria Peixoto de Alencar*
Especial para a Página 3 Pedagogia & Comunicação

Segundo os dicionários, arte abstrata é aquela que procura transmitir a qualidade ou propriedade de uma coisa, sem representá-la sob uma forma definida. Ou seja, é uma forma de arte que não representa objetos ou figuras concretas, próprias da nossa realidade.

Quando a significação de um quadro depende essencialmente da cor e da forma, quando o pintor rompe os últimos laços que ligam a obra à realidade visível, aquela passa a ser chamada de abstrata.

O abstracionismo surgiu a partir das experiências das vanguardas européias, que procuravam romper com o rigor formal da arte acadêmica, no início do século 20. O cubismo foi, muitas vezes, denominado como arte abstrata porque, ainda que suas obras fossem representativas e figurativas, buscavam sintetizar os elementos da realidade natural, fugiam da simples imitação daquilo que era "concreto".

O russo Wassili Kandinsky (1866 - 1944) pode ser considerado um dos pioneiros na realização de pinturas não-figurativas.
 

Fases

Existem várias fases na arte abstrata:


  • Abstracionismo sensível ou informal: nessa fase, juntamente com Kandinsky, podemos citar o nome de Franz Marc (1880-1916). As cores e as formas são a expressão maior desse período.
  • Tachismo: manchas colocadas dentro de certo limite (o braço do artista, por exemplo).
  • Grafismo: todo abstracionismo formado por conjunto de signos gráficos (linhas, curvas, traços, pinceladas, etc.).
  • Orfismo: ligado à música. Tem como principal artista Sonia Delaunay.
  • Raionismo: raios estanques e riscos com luminosidade.
  • Abstracionismo geométrico ou formal: as formas e cores são organizadas de forma a resultar na expressão de uma concepção geométrica. Essa fase possui duas subdivisões: 1) Neoplasticismo (principal artista: Piet Mondrian, 1872-1944); e 2) Suprematismo (principal artista: Kazimir Malevitch, 1878-1935).
  • Action Paiting ou pintura de ação gestual: criada por Jackson Pollock (1912-1956) nos anos de 1947 a 1950. Tem como características: a compreensão da pintura como meio de emoções intensas, a execução agressiva e espontânea, sem utilização dos meios tradicionais, como pincéis, espátulas, etc. É a pintura direta na parede, no chão ou em telas enormes.

    No Brasil

    Em nosso país, Manabu Mabe e Tomie Ohtake aproximam-se do abstracionismo sensível, ao qual também aderiram os artistas Cícero Dias e Antonio Bandeira. Com relação à abstração geométrica, esta encontra representantes nos artistas reunidos no movimento concreto de São Paulo (Grupo Ruptura) e do Rio de Janeiro (Grupo Frente), assim como no neoconcretismo.

    Dicas

    Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo

      Assista ao filme Pollock, direção de Ed Harris, para conhecer um dos maiores artistas plásticos norte-americanos do século 20. E, para saber mais sobre abstracionismo, visite o site do .

Valéria Peixoto de Alencar*
Especial para a Página 3 Pedagogia & Comunicação *Valéria Peixoto de Alencar é historiadora formada pela USP e cursa o mestrado em Artes no Instituto de Artes da Unesp. É uma das autoras do livro Arte-educação: experiências, questões e possibilidades (Editora Expressão e Arte).

UOL Cursos Online

Todos os cursos