Artes

Portinari (1): Um dos mais importantes pintores brasileiros

Do Colégio Objetivo
Em São Paulo

Um dos pintores brasileiros mais festejados do século 20, Portinari foi o artista que conseguiu retratar questões sociais sem desagradar ao governo, aproximar-se da arte moderna européia sem perder a admiração do grande público.

Candido Portinari nasceu em 30 de dezembro de 1903 na cidade de Brodósqui, interior do estado de São Paulo, e morreu em 6 de fevereiro de 1962. Estudou na tradicional Escola Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro, onde foi aluno de importantes artistas, como Rodolfo Amoedo e Lucílio de Albuquerque.

Em 1928, Candinho - como era chamado -, partiu para Paris agraciado com um prêmio de viagem, maior honraria dispensada pelo sistema de ensino artístico de sua época. Retornou ao Brasil dois anos depois e passou a se relacionar com os modernistas daqui. Em 1936, uma série de pinturas murais foi encomendada ao artista para ser instalada em prédios públicos representando ciclos da economia brasileira.

Reprodução
"Espantalho", de Portinari

Portinari imprimia em suas obras uma série de características que o aproximam ora do cubismo, ora do surrealismo, ora dos pintores muralistas mexicanos, sem nunca se distanciar da arte figurativa e das tradições da pintura. Também é evidente sua influência expressionista. O resultado é uma arte de características modernas e, ao mesmo tempo, agradável aos olhos do grande público.

Durante sua carreira artística, Candido Portinari pintou cerca de 5.000 obras. Suas pinturas seguem diversas tendências, difíceis de serem rotuladas. Um tema recorrente em seus trabalhos é o universo infantil, repleto de sonhos e fantasias. Sobre a preferência pelo tema, escreveu:

"Sabe por que eu pinto
tanta criança em gangorra e balanço?
Para botá-las no ar, feito anjos."
Portinari




Pesquisa e adaptação de textos pelos
professores de Artes do Colégio Objetivo, 2003.
*Texto trabalhado com alunos de 5ª a 8ª séries

UOL Cursos Online

Todos os cursos