Química

Saponificação: Como ocorre essa reação

Carlos Alberto Campagner*
Especial para a Página 3 Pedagogia & Comunicação

Entre as funções orgânicas, aquelas que envolvem oxigênio estão entre as mais numerosas e mais importantes.
 

1. Ácidos graxos

Os ácidos graxos são aqueles que possuem um único grupo carboxila (-COOH) (ácidos monocarboxílicos) com longas cadeias.

Alguns exemplos de ácidos graxos:

Página 3


Página 3


Obs.: esses são os ácidos graxos de menor cadeia.
 

2. Obtenção de ésteres a partir de um ácido graxo


Os ácidos graxos, quando reagem com um álcool, dão origem a um éster:
 

Página 3
Reação genérica de formação de um éster a partir de um ácido

Como provêm de ácidos graxos de cadeias muito longas, esses ésteres também possuem uma longa cadeia.
 

3. Saponificação


A saponificação é a hidrólise alcalina de ésteres provenientes de ácidos graxos. A reação é assim denominada porque o sal formado recebe o nome de sabão.
 

Página 3
Reação genérica de saponificação pela hidrólise alcalina de um éster

Obs.: a utilização de NaOH dá origem a um sabão denominado duro, ao passo que quando há a participação de KOH o sabão é chamado mole.
 

4. Características dos sabões

Os sabões facilitam os processos de limpeza porque parte de sua longa estrutura é polar (-COOH-Na+) e outra parte apolar (cadeia alquímica).

A parte apolar interage com a sujeira (por exemplo, gorduras) e a parte polar interage com a água, "aprisionando" a sujeira em pequenas partículas que são enxaguadas e arrastadas pelo processo de lavagem.

Veja errata

Carlos Alberto Campagner*
Especial para a Página 3 Pedagogia & Comunicação *Carlos Alberto Campagner é engenheiro mecânico, com mestrado em mecânica, professor de pós-graduação e consultor de informática.

UOL Cursos Online

Todos os cursos