PUBLICIDADE
Topo

Vestibular

Inep divulga notas máximas e mínimas do Enem 2013; confira

Do UOL, em São Paulo

17/01/2014 17h32Atualizada em 17/01/2014 17h33

O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) divulgou na tarde desta sexta-feira (17) as notas máximas e as mínimas de cada área da prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2013.

Enem 2013: Escala de proficiências máximas e mínimas

 Ciências humanasCiências da naturezaLinguagens e códigosMatemática
Mínima299,5311,5261,3

322,4

Máxima888,7

901,3

813,3

971,5

Essas notas servem como parâmetro para o inscrito saber se foi bem na prova.

Veja também

  • Arte UOL

    Sisu 2014: 1º lugar geral na UFMG e na Ufes não usa Facebook e Twitter

  • Shutterstock

    Enade 2012: Confira os 98 cursos com nota máxima no MEC

  • Em charges, estudante conta os dramas da vida universitária

Em 2013, as notas dos candidatos em ciências humanas variaram entre 299,5 e 888,7 pontos. Na prova de ciências da natureza, a nota máxima foi 901,3 e a mínima 311,5. Em matemática, a pontuação mínima foi 322,4 e a máxima 971,5. Em linguagens, a nota mais alta foi 813,3 pontos e a menor 261,3 pontos.

A metodologia utilizada para correção do Enem é a TRI (Teoria de Resposta ao Item), modelo estatístico que permite que diferentes edições da prova sejam comparáveis. Na TRI, leva-se em conta para o cálculo da nota não apenas o número de acertos do candidato, mas o nível de dificuldade de cada item. Na TRI, leva-se em conta a coerência das respostas do participante diante do conjunto das questões que formam a prova. 

Por isso, o número de acertos não tem correspondência direta com a pontuação final.

Também não é possível comparar o número de acertos nas provas de diferentes áreas do conhecimento. Se um aluno acerta a mesma quantidade de itens nas provas de matemática e ciências humanas, por exemplo, não significa que a pontuação obtida será igual. Isso porque o nível de dificuldade de cada prova e dos diferentes itens que a compõe afetam esse cálculo final.

Sisu

Nesta segunda (17), começou a matrícula dos aprovados na primeira chamada do Sisu (Sistema de Seleção Unificada) 2014, que usa a nota do Enem 2013. 

O Sisu selecionou neste ano candidatos para 115 instituições de ensino superior públicas e ofereceu 171.401 vagas.

O sistema registrou 2.559.987 inscritos, segundo dados apresentados pelo ministro da Educação, Aloizio Mercadante, no dia 13. O número total de inscrições no sistema foi 4.988.206 - cada candidato poderia fazer duas opções de curso.

A segunda chamada de aprovados será realizada no dia 27 de janeiro e as matrículas serão entre os dias 31 de janeiro e 4 de fevereiro.

As instituições participantes deverão informar a ocupação das vagas de acordo com o seguinte cronograma: 

  • Primeira Chamada: de 17 a 24 de janeiro de 2014
  • Segunda Chamada: de 31 de janeiro a 7 de fevereiro de 2014

Vestibular