Topo

Educação

Vestibular


MEC fará consulta pública em janeiro para discutir mudanças no Enem

Do UOL, em São Paulo

04/12/2016 20h20Atualizada em 04/12/2016 21h17

O ministro da Educação, Mendonça Filho, informou que o ministério vai abrir consulta pública em janeiro do próximo ano para receber sugestões para a reformulação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). O anúncio foi feito neste domingo (4) durante coletiva de imprensa sobre a segunda aplicação do exame, realizada neste final de semana. 

“[A consulta pública] deve iniciar logo em janeiro tendo como objetivo o aprimoramento do exame para 2017 e para 2018. O que pudermos por em prática no próximo ano vamos fazer”, afirmou Mendonça. 

Apesar do anúncio, o ministério ainda não definiu como será essa consulta pública. “Nós não temos ainda um quadro de perguntas que podem ser feitas e que podem nortear o caminho a ser discutido. Queremos usar o mês de dezembro para elaborar os termos de referência relativos a essa consulta pública. A gente vai ter espaço para especialistas, educadores, professores. Vamos ter um seminário organizado pelo Inep, abrindo para a opinião de estudantes, pais, educadores, todos que queiram colaborar nessa discussão”, explicou.

Mendonça afirmou ainda que a consulta pública não é garantia de que o exame será alterado. “Se por ventura a gente tiver a convicção de que este é o melhor caminho [não mudar o Enem], não vamos ter problema nenhum em dizer que esse é o melhor caminho.”

Números do Enem 2016

A abstenção da segunda edição do Enem foi de 39,7% no primeiro dia e de 41,4% no segundo dia de provas, de acordo com informações do Inep.

Considerando as duas aplicações, o Enem 2016 registrou a participação de 6.005.607 candidatos dos 8.627.195 inscritos. Com isso, a abstenção total ficou em 30,4%.

Gabarito

O Inep deve divulgar o gabarito oficial desta segunda edição nesta quarta-feira (7). O resultado final do Enem, para todos, está previsto para 19 de janeiro de 2017.

Mais Vestibular