PUBLICIDADE
Topo

Priscila Cruz vê Abraham Weintraub como "ministro sem preparo técnico"

Do UOL, em São Paulo

14/04/2020 00h12

Presidente do Todos pela Educação, uma das principais organizações não governamentais voltadas à educação, Priscila Cruz fez críticas ao trabalho executado pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, durante entrevista ao programa "Roda Viva", da TV Cultura.

"Deve ser muito aterrorizante você ser ministro sem ter um preparo técnico, sem ser gestor público, sem ser um articulador", disse ela, ao ser questionada sobre acesso e a "indisposição" do atual ministro. "É sempre assim no começo: os ministros chegam perto, se aproximam do Todos pela Educação porque têm interesse em nosso conhecimento técnico, mas quando a gente começa a fazer as críticas técnicas, tem muito ministro que fica incomodado", completou, em seguida.

Durante a entrevista, Priscila disse que Weintraub não é a pessoa mais adequada para estar na cadeira como ministro da Educação.

"Até porque, de fato, é incompatível um gestor público...mas essa característica belicosa de sair brigando com todo mundo é incompatível com uma formulação e implementação de política pública que tem que passar por uma série de atores e chegar à sala de aula e produzir resultados", ressaltou.

"Eu acho que a grande diferença entre nós e, talvez, isso incomode muito a ele, são os propósitos. Para nós, o propósito de um ministro da Educação são os resultados, é fazer uma gestão séria, sabendo fazer um bom desempenho de política pública, conversando com estados e municípios. E não é isso o que temos visto. Infelizmente", acrescentou.

Questionada sobre quem poderia assumir a cadeira, em sua opinião, Priscila foi objetiva: "A própria Ilona [Becskeházy], que acabou de assumir a secretaria de Educação Básica".