Diminutivos e aumentativos: Conheça os casos mais importantes

Carolina Valéria Leon Leite, Especial para a Página 3 Pedagogia & Comunicação

1. Diminutivo

  • Um diminutivo é uma expressão que deriva de outra (por meio do acréscimo de um sufixo). É utilizado para diminuir algo.
  • Às vezes por desprezo:
    - Ese muchachito no se merece la madre que tiene.
  • Outras por carinho:
    - ¡Qué ojitos más lindos tiene mi hija!
  • Para ressaltar que algo é fisicamente pequeno:
    - Los enanitos del bosque vivían en una casita debajo de un árbol.
  • Para tirar a importância de algo:
    - Dame mil libritas.
    - Marilú es bajita.
  • Para amortecer algo ofensivo:
    - ¡Qué hediondito eres!
  • Para demonstrar que se está bravo ou farto:
    - Me estuvo dando golpecitos con la pelotita en la cabecita.
    - ¿Tú eres muy graciosito, no? (= eres inoportuno o grosero)
  • Ou porque consideramos algo insuficiente:
    - He pasado una semanita viajando por Europa.

    Sempre temos de perceber qual a intenção da pessoa que fala.
  • Um nome pode se converter em diminutivo mediante diferentes sufixos: cuerdecita, cuerdezuela, cuerdecilla.

    Todos esses diminutivos de "cuerda" são corretos, mas o uso faz com que "cuerdecita" seja mais comum que os outros dois.

    Abaixo, colocamos uma lista de sufixos para a formação de diminutivos, bem como seus respectivos exemplos:
  • -illo, -illa: bigotillo, chaquetilla, estatuilla, fierecilla, florecilla, jardincillo, panecillo, pesetilla, redecilla,vientecillo, etc.
  • -ito, -ita: añito,cafecito, cosita, crucecita, cuerpecito, librito, lucecita, manita, piececita, piececito, pueblecito, tiempecito, trenecito, vocecita, etc.
    Observação: E, em geral, com os animais (sobretudo em histórias infantis): pececito, perrito, gatito, pajarito, tortuguita, ranita, etc.
  • -ico, -ica: animalico, pañuelico, monedica, etc.
  • -uelo, -uela: espejuelo, ladronzuelo, mozuela, riachuelo, etc.
  • -ín, ina: pelín, chiquitín, payasín,etc.

    Observação: O substantivo que passa para o grau diminutivo conserva o gênero: "pañuelo" é masculino - e "pañuelito" também.

    Alguns sufixos também podem passar o adjetivo para o grau diminutivo. Nesses casos, eles conservam a flexão de gênero e número. Estes são os mais comuns:
  • -ito, -ita, -itos, -itas: amarillito, azulito, bajito, baratito, clarito, derechito, facilito, guapito, justito, pequeñito, pobrecito, rojito, rosita, verdecito, etc.
  • -illo, -illa, -illos, -illas: carillo, clarillo, contentillo (= un poco borracho), facilillo, lentillo, regularcillo, rojillo (= de izquierda), etc.

    Observações:

    a) O adjetivo no grau diminutivo deve ser colocado depois do substantivo, nunca precedê-lo:

    - Me han regalado una sillita para mi casa de muñecas.
    - El niño llevaba unos pantaloncitos verdecitos.

    b) Não é necessário que o substantivo esteja também no diminutivo:

    - Me han regalado una silla pequeñita para mi casa de muñecas.
    - El niño llevaba un pantalón verdecito.

    c) No caso dos adjetivos que se referem a cores, o grau diminutivo indica que o tom é claro:

    - Azulito
    - Rosadito
    - Verdecito

    2. Aumentativos O grau aumentativo é feito por meio de um sufixo que acrescenta à palavra o significado de "grande":
  • -azo, -aza: madraza, padrazo, cochazo, sueldazo, bombazo, manaza, etc.
  • -on, -ona: casona, mujerona, hombrón, etc.
  • -ote, -ota: librote, cajota.
  • -tón: hombretón.

Carolina Valéria Leon Leite, Especial para a Página 3 Pedagogia & Comunicação é professora de espanhol do Colégio Sidarta e do Colégio Mackenzie-Tamboré.

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos