Adjunto adnominal: Artigos, adjetivos e pronomes na análise sintática

Da Página 3 Pedagogia & Comunicação

Em sintaxe, os artigos, pronomes e adjetivos que modificam um substantivo são chamados de adjuntos adnominais. Entenda para que eles servem e como funcionam.

Observe a primeira estrofre do Hino Nacional:

Ouviram do Ipiranga as margens plácidas

De um povo heroico brado retumbante,

E o sol da Liberdade, em raios fúlgidos,

Brilhou no céu da Pátria nesse instante.

A letra fica tão interessante porque muitos substantivos vêm cercados por adjetivos. Vamos observar alguns:

  • as margens plácidas
  • um povo heroico
  • o brado retumbante
  • o sol da Liberdade
  • raios fúlgidos

    Podemos verificar que os substantivos margens, povo, brado, sol e raios aparecem especificados por adjetivos de grande impacto: plácidas, heroico, retumbante, fúlgidos, o que confere um tom grandioso e brilhante ao texto. Os substantivos também são especificados por artigos, como as, um e o. Podemos observar também o uso de uma locução adjetiva: da Liberdade.

    Todos esses termos são chamados de adjuntos adnominais. São palavras que acompanham o núcleo do sujeito ou do predicativo do sujeito dando-lhes características, delimitando-os. São termos acessórios da oração, do ponto de vista da análise sintática

    Um substantivo pode vir acompanhado de vários adjuntos adnominais. Vamos ver mais um exemplo. Observe o verso seguinte.

  • Se em teu formoso céu, risonho e límpido

    Nesse caso, o substantivo céu vem acompanhado do pronome teu e dos adjetivos formoso, risonho e límpido. Todos esses termos têm a função de adjunto adnominal.

  • titulo-box Shopping UOL

    UOL Cursos Online

    Todos os cursos