Professores do RS fazem paralisação nesta terça e negociam piso salarial com deputados

Do UOL, em São Paulo

Os professores da rede estadual do Rio Grande do Sul paralisaram as atividades nesta terça-feira (20) para negociar a implementação do piso nacional do magistério com a Assembleia Legislativa do Estado.

Segundo o Cpers/Sindicato (Centro de Professores do Estado do Rio Grande do Sul), a Assembleia Legislativa pretende votar hoje um reajuste salarial para os docentes de 23,51% parcelado em três vezes. O sindicato apresentou uma proposta nesta manhã ao presidente da Casa, deputado Alexandre Postal (PMDB), para que o reajuste seja feito de forma integral em maio com posterior elaboração de um calendário para implementação do piso nacional.


A Assembleia Legislastiva afirmou, em nota, que o documento com o projeto será encaminhado ao Palácio Piratini, sede do governo. Os docentes aguardam o retorno dos deputados para dar continuidade à assembleia da categoria.

Os professores do Estado são os que recebem o menor salário do país: R$ 791 para uma carga horária de 40 horas semanais - o novo valor do piso nacional é R$ 1.451.

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos