PUBLICIDADE
Topo

Simon Stevin Físico e matemático holandês

1548, Bruges, capital da província belga da Flandres oriental (Bélgica)

Entre 20 de fevereiro e 18 de abril de 1620, Leyden ou Haia (Países Baixos)

Da Página 3 pedagogia & Comunicação

24/03/2009 18h53

Simon Stevin exerceu, por algum tempo, a função de perito contador em Antuérpia. Viajou, depois, pela Prússia, Polônia, Noruega e Dinamarca. Transformou-se, enfim, em preceptor de Maurício de Nassau, a quem serviu, mais tarde, como consultor em questões de engenharia militar e engenharia civil.

Stevin tornou-se conhecido por haver inventado um sistema de inundar regiões baixas, movimentando comportas em diques previamente construídos, impedindo, assim, a movimentação de tropas inimigas.

Como engenheiro, supervisionou a construção de estradas, de vias navegáveis e de outras obras públicas. Exerceu, ainda, o cargo de chefe do setor de intendência do exército.

Simon Stevin viveu numa época em que a disseminação da matemática ocorria de maneira intensa. Deve-se a ele a apresentação do paralelogramo de forças na forma (equivalente) triangular, em 1586, e a teoria completa do equilíbrio estático. A teoria da estática, por sinal, em sua versão moderna, tem início com os trabalhos de Stevin.

Também se deve a ele uma formulação clara das ideias que norteiam o estudo da pressão dos fluidos, tão claras quanto seria possível esperar numa época em que o cálculo integral ainda não havia sido descoberto.
 

Estudos diversificados

Stevin escreveu numerosos livros nas áreas de matemática, física, astronomia, navegação e engenharia. Em seus trabalhos, dá forma nova a noções conhecidas, divulgando, ao mesmo tempo, muitas ideias próprias. Também apresenta regras para cálculo de juros simples e compostos, discute vários exemplos e, finalmente, fornece as tabelas necessárias. A obra de Stevin foi utilizada por todos os banqueiros da Europa.

Devemos a Stevin o primeiro estudo metódico e minucioso do sistema de frações decimais (e suas aplicações), dos números inteiros e dos números irracionais. Ele faz um tratamento unificado das equações quadráticas e apresenta métodos para obtenção de soluções aproximadas de equações algébricas de qualquer grau.

Além de elaborar a teoria das frações decimais, Simon Stevin declarou que o sistema decimal de medidas seria universalmente aceito. Também estudou o equilíbrio dos corpos em planos inclinados e descobriu o paradoxo hidrostático (o líquido exerce pressão na superfície - pressão essa que independe da forma do vaso e só depende da altura e da área da superfície).

Stevin passou a vida discutindo, com espírito inovador, questões de trigonometria, geografia, fortificações e navegação. Entre seus inventos mais curiosos está o de um veículo (para 26 passageiros) que se movia na praia, movido pelo vento.
 

Enciclopédia Mirador Internacional; Oxford Dictionary of Scientists