Português

Período composto por subordinação (2): Orações subordinadas adjetivas e adverbiais

Sueli de Brito Salles, Especial para a Página 3 Pedagogia & Comunicação

Você já sabe que os períodos compostos são classificados em coordenados e subordinados. Também sabe que as orações subordinadas substantivas são as que completam o sentido da oração principal, exercendo uma função sintática (de sujeito, predicativo do sujeito, objeto direto, objeto indireto, complemento nominal ou aposto) normalmente expressa por um termo substantivado.

Agora vejamos mais alguns tipos de orações subordinadas.

Orações subordinadas adjetivas são as que modificam um substantivo da outra oração. Podem ser de dois tipos: restritivas ou explicativas.

- Restritivas: quando exercem função de adjunto adnominal de algum termo da oração principal. Elas especificam o termo a que se referem e não são separadas por vírgulas.

- Explicativas: quando exercem função de aposto de um termo da oração principal. Aparecem sempre entre vírgulas e podem ser retiradas da frase sem grandes prejuízos ao sentido, pois apenas acrescentam alguma explicação secundária.

Veja que curiosa a diferença entre as orações abaixo, uma restritiva e a outra explicativa:

Meu namorado que mora em Pinheirosé advogado.

Meu namorado, que mora em Pinheiros, é advogado.

Observe que na primeira frase, a autora afirma que um dos seus namorados (o que mora em Pinheiros) é advogado, ou seja, ela possui mais de um namorado.

Na segunda frase, a informação entre vírgulas é secundária, pode ser retirada do enunciado sem prejuízo de sentido, ou seja, a autora afirma que o namorado dela é advogado (possui um único namorado).

No primeiro caso temos uma oração subordinada adjetiva restritiva e no segundo, uma oração subordinada adjetiva explicativa. Ou seja, as orações não são diferentes apenas na classificação, mas principalmente no sentido.  É importante que você se lembre sempre de que por trás dos estudos gramaticais existe uma lógica baseada na prática comunicativa.

Orações subordinadas adverbiai são as que exercem a função de adjuntos adverbiais da oração principal. São classificadas de acordo com as circunstâncias que expressam:

1) Causais: indicam a causa da consequência expressa na oração principal.

Ex.: Comprou poucas coisas, porque estava sem o cartão de crédito.

2- Consecutivas: indicam a consequência da ação (causa) expressa na oração principal.

Ex.: A prova estava tão longa que ele não conseguiu responder todas as questões.

3) Proporcionais: indicam ações que acontecem proporcionalmente a algo expresso na oração principal.

Ex.: À medida que a chuva aumentava, as ruas iam ficando alagadas.

4) Temporais: marcam o momento em que a ação da oração principal acontece.

Ex.: Quando assumiu o cargo, o deputado abandonou as promessas feitas.

5) Finais: indicam a finalidade da ação expressa na oração principal.

Ex.: O técnico vai intensificar os treinos para conseguir um resultado melhor no próximo jogo.

6) Condicionais: indicam a condição para que a ação da oração principal aconteça.

Ex.: Se você gastar menos com bobagens, conseguirá pagar o curso.

7) Comparativas: estabelecem comparação entre as duas orações (para evitar a repetição, é comum a omissão do verbo em uma delas).

Ex.: Sua filha é tão inteligente quanto a menina que ganhou o prêmio.

8) Concessivas: indicam uma concessão.

Ex.: Mesmo que ele dormisse a manhã inteira, continuaria cansado.

9) Conformativas: indicam que a ação da oração principal ocorre em conformidade com aquilo ali expresso.

Ex.: Conforme havíamos combinado, a reunião começou mesmo sem a presença do diretor.

Período misto ou período composto por coordenação e subordinação

 Pode acontecer de um mesmo período possuir várias orações que se relacionem de formas variadas.

Veja a seguinte frase:

O advogado leu o contrato e pediu ao cliente que assinasse na linha pontilhada.

Veja que o período é composto por três orações, sendo:

1)     O advogado leu o contrato: oração coordenada assindética (em relação à oração 2);

2)    (...) e pediu ao cliente: oração coordenada sindética aditiva (em relação à oração 1) e oração principal (em relação à oração 3);

3)    (...) que assinasse na linha pontilhada: oração subordinada substantiva objetiva direta (em relação à oração 2).

Orações intercaladas ou interferentes

São orações que funcionam no período como observação, ressalva ou opinião etc.

“Este título”, disse Pelé após o segundo gol, “já é do Santos!”

Não sei - nunca saberei - em quem ele pensava no momento em que partiu.

Sueli de Brito Salles, Especial para a Página 3 Pedagogia & Comunicação é mestra em língua portuguesa, leciona em cursos universitários e participa de bancas corretoras de redações em vestibulares.

UOL Cursos Online

Todos os cursos