Português

Personagem: Participantes da narração

Heidi Strecker, Especial para Página 3 Pedagogia & Comunicação

Nas narrativas ficcionais, personagem é aquele ser que pratica as ações narradas. Ao lado do narrador, compõe o quadro das pessoas que participam da história contada.

Um parênteses: este texto fala sobre a personagem, mas também poderia falar sobre o personagem. Personagem é um substantivo de dois gêneros. Isso quer dizer que podemos usá-lo indiferentemente no masculino ou no feminino. No caso da ficção, de que vamos tratar, há uma leve tendência entre os estudiosos a usar o substantivo no feminino. Fecha-se o parênteses.

Seja a personagem, ou o personagem, o fato é que falamos de uma entidade literária que vive a ação. Vejamos algumas definições de personagem dadas pelo "Dicionário Houaiss da Língua Portugesa":

  • pessoa fictícia posta em ação numa obra dramática,
  • imagem que representa uma pessoa,
  • personagem que figura numa obra narrativa,
  • figura humana imaginada pelos autores de obras de ficção,
  • o homem definido pelo seu papel social ou comportamento.

    Por exemplo, Macunaíma (que dá título ao romance de Mário de Andrade) é uma personagem que vive uma história, e não uma pessoa que vive a vida real.

    A personagem de ficção Sabemos que há personagens no teatro, no cinema, na literatura e até na vida! Mas vamos tratar aqui das personagens dos textos de ficção, basicamente dos contos, das novelas e dos romances.

    Sabemos que a personagem é um ser ficcional, que é criada por um autor, e que adquire vida quando posta em ação. Numa obra literária, o que define a personagem é o que sabemos dela, e o que sabemos dela é o que o narrador nos conta. Personagens e narrador estão, pois, em estreita conexão. O narrador dá nome às personagens, descreve suas características físicas e psicológicas, faz comentários a respeito delas e, principalmente, coloca-as em ação.

    Protagonistas e antagonistas Um texto ficcional apresenta, geralmente, personagens principais e personagens secundárias. A personagem principal é protagonista da história. Se houver uma personagem que se opõe à personagem principal, um vilão, por exemplo, recebe o nome de antagonista.

    O protagonista de um texto de ficção pode ter qualidades muito elevadas. Pode ser forte, ou virtuoso, ou inteligente ou corajoso ao extremo. Neste caso, ele é um herói. Mas pode ser que o protagonista não tenha as qualidades do herói muito pelo contrário. Nesse caso, ele é um anti-herói.

    Um exemplo de anti-herói é Macunaíma, do romance de Mário de Andrade, que o próprio autor afirma ser um "herói sem nenhum caráter".

    Mas como conhecer a personagem? Podemos conhecer a personagem através da descrição do narrador, através de suas ações e também através de suas palavras.
     

Heidi Strecker, Especial para Página 3 Pedagogia & Comunicação é filósofa e educadora.

UOL Cursos Online

Todos os cursos